¡Quédate em casa!

Pense em algo bonito,
sonhe com Tchéquia.

Novedades, café literário

Concurso Literário “Pense em Algo Bonito, Sonhe com a República Tcheca”

Gosta de escrever? Crie um conto tendo a República Tcheca como cenário, e você pode ganhar R$ 1.000.

Café literário
Alma tcheca, inspiração única para várias obras e Autores

Além do fascínio que exerce sobre quem a visita, Praga é fonte de inspiração para artistas e escritores, não é de hoje e é compreensível. A capital tcheca e o país  acrescentam às suas belezas acontecimentos históricos que instigam a imaginação.

Café literário
Histórias Tchecas I – A Dama de Branco

Descubra a assustadora história de um fantasma que, diz a lenda, vagueia pelo Castelo de Český Krumlov.

Café literário
Milan Kundera e a sua insustentável saudade de Praga

Em próprias palavras, quando Milan Kundera partiu para a França, em 1975, levou consigo o cheiro, o sabor, a língua, a cultura e as paisagens de Praga, cidade que  é pano de fundo para várias de suas obras, sempre acompanhadas por sucesso.

Café literário
Em Praga, passeios pela vida de Franz Kafka

“Praga não vai deixar ir (embora). Nem você nem eu. Esta pequena mãe tem garras. Para fazer isso, é preciso se adaptar, ou teríamos que atear fogo em dois lados, em Vyšehrad e Hradčany, então, talvez pudéssemos escapar”. Franz Kafka.

Café literário
Literatura tcheca, em português, para viajar sem sair de casa

Sugerimos cinco autores entre os mais festejados da República Tcheca, para você viajar nas asas da imaginação. Romance, ficção, costumes, sempre com pitadas alusivas a personagens e lugares em Tchéquia que, por certo, instigam a aguardar a oportunidade de ver para crer porque Tchéquia exerce enorme atração para turistas do mundo inteiro.

Experiencia de viagem Café literário
Histórias Tchecas IV – Uma tarde no Café Slavia

Os cafés de Praga sempre foram ponto de encontro de artistas e intelectuais. Por isso são parte da história... e cenário para histórias.

Café literário
Histórias Tchecas III – Nasce uma Cerveja

Já houve um tempo em que cervejas não eram loiras. Mas tudo mundo em 1846...

Café literário

No hay más artículos.