Rota da UNESCO na Tchéquia ganha mais duas atrações

A República Tcheca conta 14 lugares e monumentos na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Essa profusão nos permite realizar rota para descobrir o país desde o ponto de vista patrimonial.

 

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Dezembro 19, 2019

As duas mais recentes declarações de "Patrimônio Mundial" da Unesco (julho, 2019) somam-se à dúzia anterior registrada gradualmente desde 1991, quando a República Tcheca ratificou a Convenção sobre a Proteção do Patrimônio Cultural e Natural. A estas agora 14 pérolas listadas pela Unesco, devemos acrescentar outras cinco, relacionadas como Patrimônio Cultural Imaterial – o carnaval tcheco, marionetes, a falcoaria (caçada com falcões), a cavalgada dos reis e a dança masculina Verbuňk; e um Geopark – o Paraíso da Boêmia.

Ao excursionar na República Tcheca ao longo da rota marcada pela Lista do Patrimônio Mundial da Unesco, você não deve perder os lugares e monumentos listados a seguir.

As Cavalariças de Kladruby nad Labem. Em 2019, a Unesco adicionou à Lista do Patrimônio Mundial a Paisagem de criação e treinamento de cavalos cerimoniais e para transporte, em Kladruby nad Labem. Kladruber é a raça mais antiga de cavalos de origem tcheca, e criados em Kladruby nad Labem no decorrer de mais de 400 anos. As cavalariças são ativas e abertas ao público.

  • A região de Erzgebirge / Krušnohoří, conhecida como Montanhas de Metal, é o verdadeiro reflexo de paisagem moldada pela mineração há mais de 800 anos. Entre os séculos 12 a 20, foram implementados ali sistemas inovadores de gerenciamento de água, de processamento e de fundição. Tudo isso foi avaliado pela Unesco, para a nomeação, em 2019, das Montanhas de Metal como Patrimônio da Humanidade.

  • Brno - a segunda maior cidade (depois de Praga) da República Tcheca guarda em seu patrimônio grande joia protegida pela Unesco desde 2001 - a Vila Tugendhat. É o edifício europeu mais importante dentre as obras projetadas pelo arquiteto Ludwig Mies van der Rohe.

  • Český Krumlov, localizada no sul do país, é joia medieval que nos leva ao passado, graças ao seu perfil urbano e aos monumentos que pontilham a cidade, avaliados pela Unesco em 1992. Um dos melhores momentos para visitar a cidade é em junho, durante a Festa da Rosa das Cinco Pétalas.

  • Holašovice é cidade marcada por um passado trágico, quando quase todos os seus habitantes morreram devido a epidemia de peste, e pelas consequências dos tratados da Segunda Guerra Mundial. No entanto, o repovoamento tcheco nas casas abandonadas, e a conservação de moradias e celeiros medievais a tornaram listada pela Unesco em 1998.

  • Kroměříž, onde história, arquitetura e natureza são os principais eixos em destaque, foi antiga propriedade dos bispos de Olomouc, depois transformada em cidade. Se você for a este belo lugar para assistir a um de seus festivais, não perca os jardins e o palácio de Kroměříž, declarado Patrimônio da Humanidade em 1998.

  • Kutná Hora é relacionada à extração de prata, como o nome indica (Kutná Hora pode ser traduzido do tcheco por Montanha Escavada). A cidade é considerada a arca do país, por conta dos seus diversificados apelos. Singularidade e história apoiaram a sua inscrição na lista da Unesco, em 1995.

  • Litomyšl, bela cidade tcheca repleta de edifícios renascentistas e barrocos, jardins, museus e festivais de ópera. No entanto, o elemento que concedeu a honraria da Unesco em 1999 foi o seu magnífico palácio renascentista, decorado com mais de oito mil desenhos esboçados.

  • Olomouc é uma das metrópoles mais importantes da Morávia, e lugar que atraiu personalidades das várias áreas, mas, infelizmente, também atraiu a praga. A longo do tempo, cultuou a curiosa tradição de levantar colunas monumentais que lembram histórias de como a doença foi superada. Uma delas é a Coluna da Santíssima Trindade, de grandes dimensões e incomum riqueza ornamental, a qual entrou na famosa Lista da Unesco no ano 2000.

  • Praga (Praha), capital da República Tcheca, é a cidade mais visitada do país. Seu centro histórico abrange 8,66 km2. Essa superfície compreende o Castelo de Praga e Hradčany, Malá Strana e a Ponte de Carlos, a Cidade Antiga com o bairro de Josefov e a porção preservada do antigo Bairro Judeu, a Cidade Nova e Vyšehrad. Esse conjunto é protegido pela Unesco desde 1992.

  • Recinto de Lednice-Valtice - antes, um castelo, hoje, cidade linda, rodeada por belas paisagens e sede de um palácio romântico. Seus 300 km2 são complexo paisagístico reconhecido como tesouro digno de proteger desde 1996, quando inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco.

  • Telč, localizada no sudoeste do país, na fronteira entre a Boêmia e a Morávia, começou como uma capela, e se desenvolveu a partir do século 11, mas preservou um belo centro histórico, rodeado por lagoas e muralhas. Desde 1992, são muitos os turistas que a visitam para constatar as razões do seu reconhecimento como Patrimônio da Humanidade.

  • Třebíč teve seu nascimento enraizado na fundação de mosteiro beneditino, mas a proteção da Unesco foi concedida por seu Bairro Judeu - local de convivência entre cristãos e judeus, e pela Basílica de São Procópio.

  • Žďár nad Sázavou foi assentamento comercial, hoje lugar procurado por turistas em busca de emoções e esportes que ativem a adrenalina. Mas, não foi por tais motivos que foi reconhecido pela Unesco, e sim por conta da igreja de peregrinação de São João Nepomuceno, localizada na Zelená Hora – a Montanha Verde. Esse templo, protegido pela Unesco desde 1994, foi um dos mais importantes projetos do arquiteto Jan Blažej Santini-Aichl. Sua singularidade escapa às descrições convencionais, assim, aplicamos o é melhor ver de perto.

Mais sobre República Checa em: www.czechtourism.com

Canais relacionados

Dica de local
Por que a República é Tcheca (e não Checa)

Acontece frequentemente. O sujeito escreve um texto e coloca em letras garrafais República Checa. Até em grandes veículos de comunicação. Sinto dizer, estão errados. A República é Tcheca, com T maiúsculo.

Dica de local
Cinco mirantes para ver Praga, na República Tcheca

Chamada de “Cidade das Cem Torres”, Praga, capital da República Tcheca, fica linda vista do alto. Selecionamos aqui cinco mirantes em que valem a pena subir.

Dica de local Experiencia de viagem Itinerários
Suiça boêmia: a paisagem mágica de tchéquia

A beleza natural faz da Suíça boêmia um dos lugares mais procurados pelos viajantes que visitam Praga e desejam descobrir uma paisagem fascinante, de tirar o fôlego. Lá, formações rochosas únicas, com desfiladeiros profundos e pontos de vista facilmente acessíveis são um ímã irresistível.

Dica de local