Katerina Svajdlerova: todo o charme de Karlovy Vary

As coincidências têm dado linhas à vida de Katerina que, por acaso, escolheu a língua espanhola na escola de turismo e a transformou em paixão. Embora não tenha a atividade de guia como principal profissão, ela aproveita a oportunidade para mostrar sua cidade natal: “Nunca cansarei de olhar para os rostos encantados dos visitantes em frente às fontes sulfurosas, e às fachadas multicoloridas de Karlovy Vary”, diz ela.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Setembro 23, 2019

O que é imperdível em Karlovy Vary durante uma visita?

Visite o Mirante de Diana para ver a cidade e seus arredores desde  outra perspectiva. Sempre ajuda ver as coisas de cima para entendê-las melhor, não é?

Qual é a anedota mais engraçada da sua cidade?

Divertido? Antes de tudo, a mim ocorre uma história trágica.

O último amor de Johann Wolfgang von Goethe: o famoso poeta alemão viveu seu último amor na região de Karlovy Vary, em 1823. É uma história cheia de paixão, amor, admiração e dor... Goethe já contava idade de setenta anos quando reencontrou a jovem Ulrike, então com 17 anos. Ele apaixonou-se loucamente por ela, e a pediu em casamento.  A jovem rejeitou a oferta e o poeta, com a alma em pedaços, deixa a cidade para nunca mais voltar.

Agora consigo pensar em algo divertido...

Estátuas de animais: o barão August von Lützow, no século 19 cidadão de destaque na cidade de Karlovy Vary, colocou em Jelení skok (Salto do Cervo) uma estátua do animal camurça (ovino semelhante à cabra), para expressar seu protesto contra o mito de que a cidade de Karlovy Vary havia sido descoberta graças ao salto de um cervo nas águas termais. Outra história é relacionada à estátua de um gato, localizada ao pé da vila do extravagante barão.  Ele colocou a estátua de um gato com o traseiro voltado para a antiga prefeitura. A intenção foi ridicularizar os conselheiros municipais da época.

Comente sobre três lugares da moda entre os habitantes locais.

Freedom Café : Jugoslávská 1706/3, 360 01 Karlovy Vary.

Companhia Špunt & Knoflík : Bělehradská 1072/9, 360 01 Karlovy Vary.

Escobar : Jízdárenská 1037/8, 360 01 Karlovy Vary.

Para qual restaurante você convidaria um amigo estrangeiro?

Embassy Restaurant , localizado no centro da cidade. Durante o Festival Internacional de Cinema, o Embassy foi visitado por atores como Robert Redford, Michael Douglas, Gerard Depardieu, Antonio Banderas, René Zellweger, Jude Law, Robert de Niro, Morgan Freeman, Danny de Vito, John Malkovich, John Travolta, Mel Gibson, Richard Gere e outros.

Becherplatz Pivovar Karel IV, restaurante com cervejaria. É um lugar menos formal, com ambiente agradável e comida tradicional.

Pizzaria Bruno, que não é no centro, não é muito grande, mas é o restaurante mais visitado por meus amigos, porque eles adoram a comida, o ambiente, tudo... Não é frequentado por turistas, mas sim pela população local.

Em Karlovy Vary, quais os pratos imperdíveis?

Bramborak, um tipo de tortilha frita, feito com batatas raladas, farinha, ovos, alho, sal, pimenta e manjerona.

Španělský ptáček que, literalmente, significa ‘pássaro espanhol’, porém, nada tem a ver com pássaro algum. É um rolo de carne (geralmente vitela) recheado com bacon, ovo cozido e picles. Uma refeição muito popular e atual.

Lazeňské oplatky, biscoitos recheados com amêndoas, avelãs, baunilha ou chocolate. É um doce típico da região.

Qual é a sua saída favorita na noite de Karlovy Vary?

Como mãe de dois filhos pequenos, não saio muito, mas meu sobrinho recomenda o Barracuda Cocktail Bar, localizado em Jaltská 989/7.

Conte-nos sobre algum lugar que deve ser visitado, fora do circuito turístico.

Svatošské skály (Rochas de Svatoš), um lugar muito agradável. As rochas atingem uma altura de até 50 metros, e há muitos mitos e lendas sobre o personagem de Jan Svatoš (Hans Heiling) e o ‘casamento petrificado’. Até os grupos de rock receberam nomes de acordo com os convidados deste lendário casamento. Junto às rochas há um restaurante, um acampamento para esportistas náuticos, e uma passarela suspensa sobre o rio Ohře.

Qual recordação da sua cidade você ofereceria a um amigo estrangeiro?

Sou uma pessoa muito prática, não gosto de presentear com  decorativos. Eu optaria por algo que tenha sabor gostoso, como Becherovka (licor de ervas), biscoitos ou chocolates (há em Karlovy Vary uma formidável loja de chocolates, que vende bombons estampados com motivos locais).

Contato

e-mail: svajdlerovak@seznam.cz

Móvel: +420 603 142 517

Canais relacionados

Dica de local
Suiça boêmia: a paisagem mágica de tchéquia

A beleza natural faz da Suíça boêmia um dos lugares mais procurados pelos viajantes que visitam Praga e desejam descobrir uma paisagem fascinante, de tirar o fôlego. Lá, formações rochosas únicas, com desfiladeiros profundos e pontos de vista facilmente acessíveis são um ímã irresistível.

Dica de local
Por que a República é Tcheca (e não Checa)

Acontece frequentemente. O sujeito escreve um texto e coloca em letras garrafais República Checa. Até em grandes veículos de comunicação. Sinto dizer, estão errados. A República é Tcheca, com T maiúsculo.

Dica de local
Proti Proud: para os que vão contra a corrente

Em Praga 8, o bairro de Karlín propõe a maior parte das novidades que surgem na milenária capital tcheca. Lá, onde são múltiplas as ofertas de bares alternativos,cafés com toques contemporâneos e design diferenciado,atrai atenção o bistrô Proti Proudu. O nome é traduzido por contra a maré, e a liderança é do casal de jornalistas Karolina e David Konečný.

Dica de local Café literário