Funcionalismo, bat’a e singularidades de Zlín, cidade morava na República Tcheca

Zlín, cidade funcionalista nascida do espírito empreendedor dos irmãos Bat’a, é verdadeiro paraíso para amantes da arquitetura, mas não só. Outras singularidades contribuem para fazê-la destino imperdível.

Por: Giorgia Marcucci

Publicado: Novembro 12, 2021

Zlín, na Morávia do Leste, é tida por livro didático de arquitetura.  Principal cidade da região de igual nome, seus edifícios únicos mostram diferentes tendências arquitetônicas e levam a apreciar exemplares do modernismo, do art nouveau e o funcionalismo, marca indelével dos irmãos Bat’a - Antonín e Tomáš.

A arquitetura e as soluções funcionalistas herdadas dos irmãos Bat’a são o grande apelo para visitar a cidade, mas em Zlín há várias atrações singulares que surpreenderão você. Começamos pelos ícones e avançamos para as singularidades.

Edifício Bat’a, ou 21

Para quem aprecia arquitetura e ordenação urbana Zlín é, sim, uma festa. Em cada recanto da cidade há a marca dos irmãos Bat’a, que se dedicaram a 35 ramos de produção, comércio, serviços e finanças e impactaram positivamente os patamares econômicos da então Tchecoslováquia.

Após a morte de Tomáš (1876 – 1932) em acidente de avião, coube a Antonín expandir pelo mundo a marca Bat’a de calçados, hoje entre os mais cobiçados do mundo.  Em Zlín, você poderá visitar o Edifício Bat’a, ou 21 - antes célula administrativa do império da família, hoje sede da Repartição de Finanças da Região de Zlín.

No Edifício 21 você conhecerá dois dos aspectos do espírito inovador dos Bat’a – o elevador climatizado ambientado em escritório, com telefone e lavatório; e o raro paternoster, tipo de elevador que consiste em cadeia de compartimentos projetados para duas pessoas. Você poderá passear no elevador-escritório e visitar o terraço panorâmico, para ter ampla vista de Zlín e de grande parte do entorno.

Edifícios Bat’a 14 |15

Para visitar o Edifício 21, uma vez em Zlín você deverá inscrever-se junto à recepção dos Edifícios 14|15, sede do Instituto Bat’a (para antecipar a inscrição, consulte a sua agência de turismo ou acesse o site do Instituto). Inicialmente destinados à produção no antigo complexo industrial Bat’a, hoje os Edifícios 14 |15 formam moderna unidade cultural, social e centro educacional que abriga a Galeria Regional de Belas Artes, o Museu do Sudeste da Morávia e a Biblioteca Regional František Bartoš.

Galeria Regional de Belas Artes

A principal e permanente exposição da Galeria, intitulada Espaço Zlín - Ordens da Visão reúne belas artes e arquitetura do final do século 19 ao início do século 20 – época da maior expansão de Zlín no período Bat’a. Ali você verá raras obras de arte da primeira metade do século 20, criadas por Alfons Mucha, Emil Filla, Bohumil Kubišta, Václav Špála, Josef Čapek, dentre outros. A Galeria oferece visitas guiadas externas a edifícios com arquitetura significativa e programas especiais para os pequeninos visitantes.

Museu do Sudeste da Morávia

Aqui, a exposição permanente é Princípio de Baťa: Fantasia de Hoje, Realidade de Amanhã. Apresenta a história da Família Bat’a desde a fundação do império, em 1894, até a nacionalização da então Tchecoslováquia (1945). A exposição inclui a linha original para a produção de calçados, centenas de modelos Bat’a e sapatos históricos e exóticos de várias partes do mundo. No quinto andar está a exposição museológica sobre František Bartoš, natural de Zlín, pedagogo, etnógrafo e folclorista. Além de apresentar a vida e obra de Bartoš, o espaço oferece entretenimento interativo para jovens visitantes.

Biblioteca Regional František Bartoš

A biblioteca é importante centro de conhecimento para os moradores locais. Merece grande destaque os serviços de inclusão que presta a utilizadores com deficiências visuais, sensoriais e físicas, como a Coleção Biblioteca de Sons, para deficientes visuais. Inclui gravações de obras literárias de autores tchecos e internacionais, filmes com descrições em áudio e coleção de revistas em CD.

Distrito Letná

De acordo com projeto do arquiteto Jan Kotěra, a partir de 1918 a empresa Bat’a construiu 2.210 casas para seus funcionários, o que fez aparecer novo e planejado bairro-jardim, que se expandiu para além de Letná e originou iguais em Zlín, tais como Zálešná, Podvesná, Lesní čtvrt e Nad Ovčírnou.

Villa Tomáš Bat’a

Localizada em amplo parque, concluída em 1911 e até 1915 complementada por extensões de passeios, gazebos, pérgula e a casa de jardim. Esses espaços podem ser visitados (acesso grátis) durante a semana, das 8 às 17 horas. Hoje sede da Fundação Tomáš Bat’a, a vila acolhe eventos culturais. Para visitas aos interiores, consulte o site da Fundação.

O zoológico e seu castelo

Ótimos restaurantes e cafés permeiam a cidade, que não prioriza a vida noturna enquanto clubes e discotecas, contudo, com tantas atrações diurnas em Zlín – por exemplo, formidável e ampla visita ao diferenciado zoológico - não sobra muito fôlego para curtir noitadas.

O que você espera encontrar em um zoo? Certamente, animais, mas, que tal um castelo? O Zoológico de Zlín tem cinco áreas. Quatro delas levam a visitar a vida animal na África, Ásia, Austrália e América e a quinta área leva ao entorno do Lešná – o castelo de conto de fadas.

Na Área do Castelo você poderá visitar a Stingray Bay (Baía das Arraias) – maior da Europa em tamanho e conceito, acariciar as arraias marinhas e até alimentá-las, desde que à entrada compre o potinho com a ração adequada. No verão, o reservatório histórico do castelo é palco para exposição de crocodilos.

Os intrigantes atores que moram em Comenius

Sete felinos e 13 homens ‘avançam’ para direção comum, os felinos atentos a observar, os homens com braços transmutados em bastões, estendidos ao longo do corpo. Homens e animais parecem emergir do subconsciente para forçar a imaginação a criar propositura para essa ‘caminhada’ que propõe igual objetivo aos diferentes animais - os racionais e os irracionais.

Os atores dessa história compõem grupo escultórico criado pelo escultor e professor universitário tcheco, Michael Gabriel (ele foi reitor na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Brno), que deu àquele conjunto o título de Missão. As esculturas foram criadas gradativamente, entre meados da década de 1990 a 2007, em paralelo a outras extraordinária obras de Michael Gabriel. Vale muito conhecê-las.

Comenius, aonde o grupo escultórico ‘caminha’ rumo à Missão, não é planeta recém-descoberto no sistema solar. É um belo parque no coração de Zlín que faz vezes de cruzamento dos percursos pedestres da cidade. É gramado, tem frondosas árvores, espaços para atividades diversas e parque infantil equipado, incluídas redes para escalada. Se quiser, você poderá postar selfies junto aos personagens da Missão – o Parque Comenius é coberto por rede wi-fi. Endereço: Školní 760 01.

Conheça mais sobre Tchéquia

ZLÍN: ONDE A UTOPIA SE FEZ REALIDADE

CINCO LOCAIS DE ARQUITETURA MODERNISTA NA REPÚBLICA TCHECA

O FANTÁSTICO MUNDO PARALELO CRIADO EM LITOMYŠL

 

Guia básico - o que ver em Praga

Os dez locais essenciais na área da Unesco em Praga. Se você planeja viajar para a capital tcheca e quer saber o que ver, anote estas recomendações.

Arquitetura Experiencia de viagem Itinerários
Villa Tugendhat de Mies van der Rohe e outras joias de Brno

Villa Tugendhat é daqueles marcos que sempre aparecem nos tratados de arquitetura como grande exemplo do funcionalismo, e presença frequente na seleção das melhores obras do conhecido arquiteto e designer industrial Ludwig Mies van der Rohe. No entanto, é raro ler sobre a fascinante história dos seus proprietários, abordada neste artigo, assim como a Villa Tugendhat e outras visitas interessantes em Brno.

Arquitetura
Kutná Hora, vislumbres do esplendor histórico

Kutná Hora, na Boêmia Central, já foi a segunda cidade mais importante do país pela riqueza de seus minerais. Um pouco desse esplendor permanece no seu belo centro histórico e na majestade de suas igrejas, que marcam contraste notável com a atmosfera quase irreal de suas ruas e esquinas.

Arquitetura Cultura Patrimônios