As 10 estações de trem históricas mais incríveis da República Tcheca

As estações de trem da República Tcheca refletem a evolução histórica das regiões ou cidades onde estão localizadas, as modas, estilos e até mesmo o poder econômico da área. Escolhemos dez que se destacam no conjunto, por vários motivos.

Por: Pepa Garcia

Publicado: Janeiro 21, 2021

As estações ferroviárias muitas vezes passam despercebidas quando atuam como simples locais de trânsito e testemunhas de rotinas. Essa invisibilidade não é tal quando nos aproximamos delas para desfrutar, para lembrar as dezenas de histórias que nelas se desenvolveram. Embora em algumas estações já não há circulação de trens - ou mesmo tal ocorra esporadicamente -, o valor delas, longe de se perder, aumenta, se em vez de passarmos por breves instantes, pararmos para as admirar nos pormenores. E é isso que propomos: um roteiro pelas estações ferroviárias mais espetaculares da República Tcheca.

Um concurso de estaciones de trem

Como em alguns países há seleções de as cidades mais bonitas, na República Tcheca há concurso semelhante, com pequena diferença – a competição busca localizar 'A Estação Ferroviária mais Bonita do País'. Anual, realizado desde 2007, foi criado e é organizado pela Entente Florale CZ – Souznění, organização sem fins lucrativos sediada em Praga, que tem por finalidade cuidados e melhorias no meio ambiente e na vida das pessoas.

Com este concurso, de acordo com a Florale, foi possível incentivar o cuidado com a preservação das estações ferroviárias, visto que além dos aspectos estéticos, arquitetônicos e históricos é valorizado o grau de conforto dos viajantes. O mecanismo de competição é muito sensato - os ferroviários fazem a primeira seleção das 10 estações, e os usuários escolhem em qual votarão.

A seguir, você saberá um pouco sobre algumas das estações que costumam fazer parte do seleto grupo escolhido pelos ferroviários, e outras que deveriam ser conhecidas e até vivenciadas, pois foram convertidas em belos cafés ou centros de lazer.

1. Estação Nemilkov

Cercada por árvores, a Estação Nemilkov acolhe o viajante como se ela fosse anfitrião impecável, com ‘casa de revista’ em perfeita ordem. A bela fachada de tijolos vermelhos é adornada com peças decorativas brancas que circundam as janelas, em cujos peitoris há  floreiras. Tem sido assim desde origem da estação, em 1888, quando se decidiu ligar a Boêmia Ocidental à Eslováquia. O seu aspecto, que hoje pode surpreender, no passado era habitual nos edifícios desta vila, localizada na região de Pilsen. O complexo abriga não apenas a sala de espera, mas também um depósito de carga e salas para os trabalhadores da estação.

2. Estação de trem de Lednice

Esta é uma das estações consideradas mágicas na República Tcheca, tanto que foi protegida pela Unesco. Seu perfil arquitetônico  nos transporta à época da construção, ao final do século 19. Essa viagem no tempo é favorecida pelo fato de que por esta estação passaram históricos trens a vapor. Por ela os trens circulam somente no verão, mas em qualquer época vale visitá-la e admirar sua bela fachada revestida de cerâmica. Sem dúvida, a estação soma entre as motivações para visitar Lednice, cidade da Morávia do Sul que reservas belas surpresas, dentre elas, magnífico palácio gótico, jardins e spas.

3. Estação de trem Mariánské Láznĕ

Estância termal da importância de Mariánské Láznĕ, que atraiu personalidades relevantes como Strauss, Goethe, Kafka, Chopin, Freud, Kipling ou o próprio rei britânico Eduardo VII, deve ter uma estação ferroviária à altura. E conseguiu quando, em 1872, foi construído esse majestoso complexo em estilo art nouveau, para receber trens, carruagens e bondes. A harmonia dos tons em cor creme, as grandes janelas e a bela ornamentação foram e são as melhores companhias enquanto o embarque é esperado. 

 4. Estação de Rynoltice

Se não fosse pela etiqueta azul com o nome impresso em branco, poucos identificariam Rynoltice como estação ferroviária. Antes,  você pensaria que é hotel ou casa de campo. É tão charmosa, com seu telhado de duas águas, fachada de tijolos vermelhos com elementos de madeira, janelas brancas e flores por toda parte que dá vontade de ficar e morar ali.  Sua singular graciosidade, aliada aos elementos de conforto, a fizeram vencedora no concurso de 2013 para as melhores estações ferroviárias em Tchéquia.

Para que os viajantes se sintam em casa, os funcionários se esforçam para cuidar dos jardins e dos espaços comuns. Para conhecer a Estação Ferroviária de Rynoltice você terá que ir para o norte de Tchéquia e a encontrará próximo à cidade de Liberec.

5. Estação ferroviária em Ostrava - Hlavní nádraží

As estações evoluem e se adaptam aos novos tempos. Se um viajante que fez a primeira viagem de trem para Ostrava em 1º de maio de 1847 pudesse repeti-la agora, ele não a reconheceria. Na época, essa parada na linha Viena-Cracóvia foi um grande impulso para a indústria de carvão e aço em toda a região. No entanto, a então pequena estação foi se expandindo ao longo dos séculos 19, 20 e 21 para se tornar um espaço adaptado às demandas atuais.

Com obras que demandaram oito anos, a remodelação mais comentada foi aquela criada em 1967 pelo projeto de autoria do arquiteto Lubor Lacina, que optou pelo “estilo Bruxelas”, seguindo a estética da Expo 58 na capital belga. Agora, é importante centro de intercomunicações viárias para Ostrava, a terceira cidade mais populosa da República Tcheca. O que mais chama a atenção dos usuários é o seu acesso em forma de estrela de três pontas, através do qual se conecta ao transporte público urbano.

6. Estação de trem em Nižbor

A maior peculiaridade desta estação do século 19, na aldeia de Nižbor, é que quase poderia ser considerada centro temático ferroviário, pois não só se pode admirar o terminal com seu telhado de duas águas e fachadas amarelas, mas também parte das dependências foram adaptadas para outros usos respeitando a sua vocação.

A estação ferroviária, em madeira, é bom exemplo. Nela foi instalado um restaurante, o Zastávka Nižbor (A Parada), com preservação da estrutura e traçado para oferecer experiência autêntica. Vagões, bancos antigos nas salas de espera, rampas e material obtido nos antiquários compõem esses espaços à disposição do público. Além disso, oferece vistas do excepcional Castelo Křivoklát, que foi residência real da linhagem Premislite.

7. Estação Central de Praga

A monumentalidade da principal estação ferroviária de Praga está em sintonia com o restante da cidade. Desde a sua criação, em 1869, não só os passageiros mudaram naquele terminal, mas o seu nome (Francisco José de Áustria, Wilsonovo etc.) e o estilo arquitetônico.

Hoje é o maior monumento art nouveau da capital tcheca, o que se deve ao arquiteto Josef Fanta, que tanto se esmerou nas conformações externa e interna do conjunto. A cafeteria Fanta é visita altamente recomendada – lugar ótimo para relaxar e observar a luz filtrada pelos vitrais da cúpula modernista.

Outro local imperdível é a primeira plataforma, aonde se encontra o conjunto escultórico de Sir Nicholas George Winton com duas  crianças. Este filantropo e corretor da bolsa britânico conquistou lugar de honra na história por ter salvo 669 crianças, muitas delas judias, ao enviá-las de trem para a Inglaterra, em 1939.

Por esta estação, de estética primorosa e grande funcionalidade, circulam diariamente 100 mil pessoas.

8. Estação ferroviária de Plzeň (Pilsen)

Com uma história um tanto convulsiva, a estação de Plzeň (Pilsen) é um bom exemplo de superação - e da beleza art nouveau -, cuja história começa em 1862, quando foi inaugurada a linha Pilsen-Praga. O edifício principal foi cofinanciado e executado pelo arquiteto tcheco Rudolf Štech – há quem diga que foram as dívidas desse projeto que o levaram ao suicídio, em 1908. Deixando de lado este triste acontecimento, não podemos deixar de elogiar o bom trabalho desse profissional que criou belas cúpulas, grandes janelas e série de decorações florais e esculturas para coroar as extremidades do edifício.

Uma das peculiaridades dessa estação é que ela possui localização 'insular', ou seja, em aterros entre as vias. O prédio foi bombardeado por aviões americanos na Segunda Guerra Mundial, mas não foi demolido, e sim restaurado e declarado Monumento Cultural Nacional.

9. Da Estação Litoměřice ao Café Vapor

De um lugar de trânsito a um espaço onde você pode compartilhar o tempo sem olhar para o relógio. A antiga estação de Litoměřice foi convertida no charmoso Café Vapor graças ao esforço dos atuais proprietários, que a adquiriram e cuidaram de todos os detalhes para oferecer um espaço de estilo funcionalista e de inspiração ferroviária, é claro. Além de suas mesas, bancos etc. reciclados, eles compraram uma pequena locomotiva de 1897 e a colocaram à entrada. A experiência está servida.

10. Estação Brno

A estação ferroviária de Brno também é exemplo a seguir por sua bela arquitetura e restauração impecável. Neste caso, o que recomendamos são os armazéns de carga Malá Amerika, que se tornaram espaços para a realização de feiras, festas, eventos e até para tomadas de fotos de casamento.

Hoje, as estações ferroviárias não são apenas um ponto de partida ou de chegada. São locais onde se pode desfrutar de um café, de uma festa ou de uma visita guiada através da arquitetura.

Oplatky, as bolachas de Karlovy Vary. Ou seriam biscoitos?

Oplatky é a palavra tcheca para "bolachas". E o nome completo é Lazenske Oplatky, ou "bolachas de balneário".

Experiencia de viagem
DE CASTELO A CELEIRO, ESCOLHA SEU CHARMOSO HOTEL NA REPÚBLICA TCHECA

O que é um hotel charmoso para você? Para nós, é a hospedagem aonde cada detalhe é cuidado, oferece reduzido número de apartamentos e o hóspede se sente acolhido como se estivesse em casa. Se você procura hotel na República Tcheca para a sua próxima viagem, conheça os que sugerimos neste artigo, porque todos foram concebidos sob esse conceito.

Experiencia de viagem Luxo Natureza
Os lindos segredos da Passagem Lucerna, em Praga

Em Praga, a Cidade Nova é repleta de passagens que conectam edifícios e levam de uma rua a outra, em percurso repleto de lojinhas, cafés, ofertas culturais. O conjunto da Galeria Lucerna é considerado um dos mais interessantes. Descubra por quê.

Arquitetura Cultura Cultura Experiencia de viagem Sonhe