Uma cidade para cada Parque Nacional

Com área territorial de apenas 79 mil km2 (a área do Estado de São Paulo é de 284 mil km2), a República Tcheca possui várias reservas naturais, muitas delas protegidas e, em especial, quatro parques nacionais. Ai redor deles, é fácil encontrar cidadezinhas e vilas encantadoras, próximo a destinos turísticos, e com boa logística em acomodações, restaurantes e mais.

Por: Joaquín del Palacio

Publicado: Janeiro 29, 2020

(Texto)

Para muitos, um dos principais objetivos para viajar é buscar paz e relaxamento que transmita natureza e charme, em cidade atraente para visitar e apreciar boa culinária. A seguir, alguns dos (muitos) lugares de Tchéquia que atendem esses e outros requisitos.

Šumava e Sušice

A natureza selvagem e as imensas florestas originaram, a sudeste da República Tcheca, o Parque Nacional Šumava, que é Reserva da Biosfera. Algumas áreas do parque, como a floresta de Boubín, são tão bem preservadas que dão a impressão de nunca terem sido pisadas por humanos. Possui turfeiras, lagos de origem glacial, fauna e flora diversificadas. Por exemplo, Boubín é a maior reserva de lobos em Tchéquia.

Em Sumava há muitas atividades e rotas para desfrutar. Você poderá percorrer o entorno do Reservatório de Lipno (maior lago artificial de Tchéquia) e, no lado leste, chegar à nascente do rio Moldava. Outra rota percorre o Canal Náutico Schwarzenberk, construído no final do século 18 para o transporte de madeira, e hoje caminho turístico aquático.

A cidade de Sušice é encantadora, tranquila e ideal para turismo. O hotel Srní serve cozinha tradicional tcheca, churrasco e oferece bufê gratuito de alta qualidade para o jantar, após, por exemplo, formidável caminhada. Neste hotel, você tem à disposição piscina e quadras esportivas - de basquete, tênis e floorball (esporte praticado indoor, com bola oca).

A Suíça da Boêmia e Děčín

Localizado no nordeste da República Tcheca, o Parque Nacional da Suíça da Boêmia é inesquecível para todos os que o visitam. O desfiladeiro do rio Elba e seu afluente, o Kamenice; o Portão Pravčická; e a Cidade Rochosa de Tiské Stěny constituem algumas das melhores paisagens da natureza europeia. Essas maravilhas podem ser visitadas na cidade de Děčín, cuja localização é perfeita para caminhadas ou ciclismo; ou desde o Hotel Devítka, nas proximidades, que tem campo de golfe e é rodeado por lindos bosques.

Děčín é plenamente integrado à natureza. A partir dessa cidade, você poderá navegar pelo rio Elba, caminhar, ou passear em bicicleta elétrica e chegar aos desfiladeiros próximos. Em Děčín há esportes para todos os gostos, incluída a via ferrata (itinerário criado artificialmente com auxílio de apetrechos, para escalar rochas) urbana mais alta (90 metros) de Tchéquia, com 16 diferentes níveis de dificuldade.

As Montanhas Gigantes e Špindlerův Mlýn

O Parque Nacional das Montanhas Gigantes (Krkonoše) foi o primeiro em Tchéquia a ser declarado Parque Nacional, em 1963. Localizado no norte do país, tem 80% da sua superfície cobertos por florestas. Entre suas montanhas destaca-se o pico mais alto (1.602 metros) da República Tcheca - o Sněžka. Esse parque possui grande diversidade (240 espécies de animais e 1.300 espécies de plantas), devido ao seu bom estado de conservação.

Špindlerův Mlýn, belíssima localidade elevada ao status de sky resort, é o lugar ideal para hospedar-se – tem vários hotéis de qualidade, que permitem sentir de perto a natureza, como se falássemos com ela. Tem pistas de esqui e uma de bobsleigh realmente sensacional, com extensão de quase um quilômetro e meio, que desce a entremear bela paisagem, formada por montanhas e bosques.

Podyjí e Znojmo

O Parque Nacional Podyjí é como uma selva de zonas mais quentes. Tem grande diversidade porque seu clima é propício - por muitos anos vem permanecendo inalterado. Esse parque se mantém como reserva natural com quase nenhuma intervenção humana. É localizado na Morávia do Sul, e faz fronteira com reserva natural austríaca.

O território, que drena o rio Dyje, tem paisagens espetaculares e boas recomendações, como o fato de sediar Sobes, um dos melhores e mais antigos vinhedos da Europa.

Na região do Podyjí, em lugar estratégico está a histórica Znojmo, à entrada do parque e a meio caminho entre Brno e Viena, Áustria (a distância é de 127 km, com acesso por carro, trem e ônibus). É uma cidade medieval, situada na colina acima do rio Dyje, e tem muito a oferecer, incluídas belíssimas vistas panorâmicas. Um dos destaques da cidade é o castelo do século 11, em cujos interiores há belas obras de arte. O Hotel Kateřina fica bem próximo ao castelo, oferece luxo a preço acessível, e localização perfeita para conhecer e explorar os arredores.

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Cinco rotas surpreendentes para conhecer Pilsen, sua cerveja e mais

Localizada a apenas uma hora de Praga e de Karlovy Vary, esta cidade que produz milhões de litros de cerveja por mês também é um destino cultural divertido para toda a família, com proposta arquitetônica interessante e vibrante cena alternativa para você descobrir em sua próxima visita à Tchéquia.

Experiencia de viagem
Buscando Alfons Mucha pela República Tcheca

Nas famosas capitais mundiais você verá exposições das obras que tornaram famoso o pintor, ilustrador e designer gráfico tcheco Alfons Mucha, um dos principais expoentes do movimento Art Nouveau.

Experiencia de viagem
Royal Golf Club Mariánské Lázně swing real

Em Mariánské Lázně, o swing, a rotação do corpo para golpear a bolinha de golfe tem por cenário campo sofisticado. Fundado em 1905, o Royal Golf Club Mariánské Lázně, reconhecido como o melhor percurso na República Tcheca, é um dos poucos no mundo com o selo “Royal”, fora da Grã-Bretanha. Além das feras no esporte, aprendizes têm vez e oportunidade para provar o gostinho de praticar golfe.

Experiencia de viagem