Štefan Blaho: Olomouc em sete idiomas

Minha cidade é uma contínua caixa de surpresas, diz Štefan, há alguns anos guia turístico em Olomouc  - um lugar que eu nunca paro de amar. Seu outro amor são os idiomas: o materno é o tcheco, mas ele também fala inglês, alemão, russo, polonês, italiano. O espanhol é meu sétimo filho, diz, abrindo um grande sorriso.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Setembro 26, 2019

Ao visitar Olomouc, o que não pode ser perdido?

Visitar a Praça Alta, onde se destacam a Prefeitura e a coluna barroca da Santíssima Trindade, que está na lista da Unesco.

Qual a lenda recorrente em Olomouc?

Uma das lendas diz que a cidade de Olomouc foi fundada por Caio Julio Cesar, uma vez que em língua latina Olomouc poderia ser traduzido por Monte de Julio. Dizem que o imperador romano visitou o topo onde hoje se localiza a igreja de San Miguel. Devido à essa lenda, no século 13 os ricos burgueses decidiram construir uma fonte no local. Hoje, é a fonte barroca mais espetacular da minha cidade.

Comente sobre três lugares da moda entre os habitantes locais.

Coffe Library, Entrée Restaurant e Naše Café.

Para qual restaurante você convidaria um amigo estrangeiro?

Ao Plan B.

Três imperdíveis pratos típicos de Olomouc.

A pizza de Olomouc, o smazene tvaruzky (queijo de Olomouc, frito) e a sopa do Hodolany.

Qual é a sua saída favorita na noite de Olomouc?

Os lugares do antigo mercado de carnes.

Conte-nos sobre algum lugar que deve ser visitado em Olomouc, fora do circuito turístico.

Svaty Kopecek (a Colina Santa com a Basílica Menor da Visitação da Virgem), e o jardim zoológico.

Qual recordação de Olomouc você ofereceria a um amigo estrangeiro?

Slivovice (aguardente).

Contato

Štefan Blaho

e-mail: stefan@olomouc-guide.cz          

Fone: + 420 602 72 96 13

Canais relacionados

Dica de local
Daniel Tylinger compartilha segredos de Praga

O diretor geral do Hotel Boutique Jalta, em Praga, revela segredos da cidade que o fizeram crescer na carreira e se dedicar ao turismo.

Dica de local
Jitka Jirátová: loucamente apaixonada por Praga

Desde os 18 anos, Jitka se dedica a mostrar sua cidade aos visitantes e, embora tenha tentado outras profissões mais relacionadas aos números e negócios, sempre volta ao seu primeiro amor: ser guia em espanhol para turistas, na mágica cidade de Praga.

Dica de local
Katerina Svajdlerova: todo o charme de Karlovy Vary

As coincidências têm dado linhas à vida de Katerina que, por acaso, escolheu a língua espanhola na escola de turismo e a transformou em paixão. Embora não tenha a atividade de guia como principal profissão, ela aproveita a oportunidade para mostrar sua cidade natal: “Nunca cansarei de olhar para os rostos encantados dos visitantes em frente às fontes sulfurosas, e às fachadas multicoloridas de Karlovy Vary”, diz ela.

Dica de local