São João Nepomuceno: um santo tcheco cinco estrelas.

A história de São João Nepomuceno está ligada a Praga, capital tcheca, e a sua principal ponte.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Janeiro 04, 2021

A famosa Ponte Carlos, em Praga, possui um conjunto de 30 estátuas em seus pilares. Foram colocadas lá na época do Barroco, muito depois de sua construção. Os mecenas eram, em geral, as congregações religiosas católicas que após a Guerra dos 30 Anos e queriam trazer seus símbolos de volta à cidade.  Entre todas as estátuas da ponte, a mais famosa é, certamente, a de São João Nepomuceno. 

São João Nepomuceno é um santo recorrente na liturgia tcheca. Há inúmeras igrejas e estátuas dedicadas a ele por todo o país. Mas a imagem mais famosa sem dúvida é a da ponte, que tem ligação com sua lenda (ou sua história, dependendo de sua fé).

Era o ano de 1393. João Nepomuceno (este não era seu sobrenome, e sim seu gentílico – ele nasceu na cidade de Nepomuk, na Boêmia) trabalhava como pároco em Praga, e já tinha angariado o respeito da comunidade por sua retidão e humildade – diversas vezes recusara se tornar bispo, para poder continuar o trabalho com o povo, que julgava mais importante. Era defensor e conselheiro dos pobres na corte do rei Venceslau IV e, de quebra, confessor particular da rainha.

Acontece que o rei Venceslau andava com a pulga atrás da orelha em relação à fidelidade de sua esposa Joana. E, sabendo que ela se confessava com João Nepomuceno, resolveu perguntar ao pré-santo o que sua cara-metade havia confessado. João, porém, sabia que uma confissão não podia ser revelada pelo confessor. E recusou-se a contar ao rei o que havia ouvido.

Nota da redação – ninguém sabe ao certo se a rainha Joana pulava a cerca ou não. Uns dizem que pode ser, outros dizem que era coisa da cabeça do Venceslau que, ao que consta, não era santo como o João...

Pois o rei insistiu, resmungou, tentou persuadi-lo ... e nada. João continuava firme em seu voto de fé. O rei, por fim, perdeu a paciência. Mandou queimá-lo, arrastá-lo com uma carruagem e, por fim, jogá-lo no rio Moldava do alto da ponte de pedra (naquela época ainda não se chamava Ponte Carlos).

E aqui João Nepomuceno entra, literalmente, para a plêiade de santos, pois no lugar em que caiu no rio, surgiram cinco estrelas brilhantes, em círculo. Por isso que toda imagem de São João Nepomuceno tem uma auréola de cinco estrelas. Por isso que São João Nepomuceno é padroeiro das confissões e dos confessores. Por isso que São João Nepomuceno é guardião das pontes. De quebra, é também padroeiro da Boêmia.

A estátua de São João Nepomuceno na Ponte Carlos está do lado direito de quem vai da Cidade Velha para Malá Strana. É a oitava, bem no meio da ponte. Na base da estátua há uma placa de metal com imagens em relevo, com passagens do martírio do santo, desgastada de tanto ser tocada. É que segundo uma superstição antiga, tocar na placa trazia boa sorte. Segundo a superstição de hoje, quem toca na estátua volta à Praga um dia. Na dúvida, melhor tocar. Voltar a Praga nunca é má ideia.

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Uma cidade para cada Parque Nacional

Com área territorial de apenas 79 mil km2 (a área do Estado de São Paulo é de 284 mil km2), a República Tcheca possui várias reservas naturais, muitas delas protegidas e, em especial, quatro parques nacionais. Ai redor deles, é fácil encontrar cidadezinhas e vilas encantadoras, próximo a destinos turísticos, e com boa logística em acomodações, restaurantes e mais.

Experiencia de viagem
Em Prachatice, ciclismo de luxo até para os acomodados

O Sul da Boêmia é um festival de lagos e regiões úmidas, que avançam por ricas florestas e vilas repletas de encanto. Nestas, as casas ostentam fachadas de autêntico estilo barroco popular. Não obstante suas belezas, esta porção da Tchéquia passa despercebida, por ter como vizinhos dois destinos internacionais dentre os mais famosos do país – as célebres cidades termais de Karlovy Vary e a mágica Český Krumlov. Contudo, o Sul da Boêmia é um dos lugares favoritos dos tchecos, para desfrutar das férias. Então, vamos saber o que eles sabem.

Experiencia de viagem
Sopas, as delícias tchecas para o inverno

A gastronomia tcheca tem diversas sopas em seu cardápio – todas deliciosas. Descubra um pouco mais sobre esta parte quentinha e reconfortante da República Tcheca. E, se der água na boca, baixe o nosso especial de sopas, com oito receitas para fazer em casa.

Experiencia de viagem