Seis espaços naturais aonde você pode sentir o outono na República Tcheca

Embora você não precise de motivo especial para viajar à República Tcheca no outono, os adornos que a natureza usa nessa temporada são tão incríveis que você deve deixar de lado a melancolia e partir à conquista dos parques, montanhas e florestas tchecas.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Janeiro 14, 2021

Talvez o perfil mais conhecido da República Tcheca seja o urbano, fato que reside no fato de o grande foco ser concentrado nas suas cidades mais emblemáticas. Poucos são os viajantes que resistem ao apelo monumental de Praga, à elegância de Brno, ao perfil de conto de fadas de Český Krumlov ou à bela Olomouc, esquecendo que grande parte do país é coberta por florestas e montanhas, parques naturais e jardins bem cuidados.

Se há uma época do ano em que a Natureza mostra seu verdadeiro perfil mutável é o outono, quando ela transforma delicadamente a sua roupagem, passando do verde ao amarelo, do amarelo ao ocre, e do ocre ao bordô. Para contemplar este processo basta ir ao lugar certo e na hora certa, por isso selecionamos seis espaços que merecem fazer parte da sua agenda de viagens de outono.

Parque Nacional das Montanhas Krkonoše

Este parque nacional, onde está localizada a cordilheira mais alta da República Tcheca - e o cume Sněžka -, a partir de outubro mostra gama de cores difícil de igualar. A melhor maneira de descobrir os segredos de paisagem alpina da cordilheira é seguir algumas rotas,  como a que leva à Červenohorské rašeliniště (Terra da Montanha Vermelha); a Čertův důl (Vale do Diabo); o caminho que leva à nascente do rio Elba, ou quaisquer dos os caminhos através do vale Obří důl.

Parque Nacional Šumava

Protegido como Reserva da Biosfera pela UNESCO, o Parque Nacional de Šumava exibe paisagens invadidas pela poesia nos seus lagos glaciais, florestas centenárias, rios de águas cristalinas e no belo vale do rio Vydra. Para conhecer parte desta área protegida, é aconselhável fazer excursões aos seus dois lagos mais famosos, Diablo (Čertovo jezero) e Negro (Černé jezero), aos seus miradouros e aos recantos encantadores como a selva Boubín, que possui abetos, faias e bordos com mais de 300 anos. As raízes entrelaçadas das árvores e o musgo sedoso cobrindo as rochas irão lembrá-lo de um conto dos Irmãos Grimm.

Reserva Natural Voděradské bučiny

A Reserva Natural de Voděradské bučiny está localizada perto da cidade de Černé Voděrady,  cerca de 30 quilômetros de Praga. Apesar de estar tão perto da capital, basta percorrer seus caminhos para ter a sensação de estar em outro mundo. Na reserva existem vários caminhos sinalizados que percorrem o vale da ribeira de Jevanský potok, onde se podem descobrir lagos, colinas e um curioso cume. As faias no outono são o farol que ilumina a floresta com suas notas de amarelo. Nessa reserva, além das trilhas, também existem estradas pavimentadas para ciclismo.

Montanhas Jeseníky

Embora as montanhas Jeseníky, na Morávia do Norte, sejam conhecidas como uma das mecas dos esportes brancos, em seus contrafortes o verdadeiro espetáculo acontece no outono. Toda a área é ideal para trilhas a pé ou ciclismo. Outro fato relevante é que na região há spas onde você poderá se recuperar da atividade esportiva e sair como novo. O spa mais conhecido é Jeseník, mas outros em destaque, tais como Velké Losiny, Bludov, Karlova Studánka e Lipová.

Floresta Slavkov

Slavkov (Slavkovský les), também conhecida como Floresta do Imperador  está localizada no triângulo termal formado por Karlovy Vary, Mariánské Lázně e Františkovy Lázně. Essa área natural, uma das mais românticas do oeste da Boêmia, apresenta uma interessante mistura de paisagens de montanhas, vulcões, pântanos e nascentes de água mineral. A melhor maneira de admirar a floresta com olhar de pássaro é alcançar o cimo da torre espiral Krásenský vrch, construída em 1934 ao sul de Krásno.

Se você se interessa por geologia, em Slavkov poderá observar a presença de serpentinitos, rochas metamórficas com alto teor de magnésio e que abrigam espécies botânicas endêmicas raras como trollius, lírios ou arnica montana. E se gosta de caminhadas, existe uma rede de trilhas com caminhos como o Na Kladské, parcialmente acessível para cadeiras de rodas, e o Smraďoch.

Parque Nacional da Suíça Boêmia, puro romance

Esta área natural, também conhecida como Suíça Tcheca, é uma das propostas turísticas mais atraentes e procuradas pelos amantes da natureza. Seu nome curioso vem de dois pintores suíços, Adrian Zingg e Anton Graff, que trabalharam na Academia de Dresden e pintaram a paisagem ao redor do rio Elba. A paisagem lembrava tanto seu país que eles começaram a chamá-la Suíça.

A magia deste ambiente inspirador reside nos perfis de fantasia que o tempo e os elementos esculpiram nas rochas de arenito e que formaram arcos (como a Porta Pravčice), torres, túneis e paredes que fazem as delicias dos escaladores. Embora a Suíça Boêmia seja espetacular em qualquer estação, no outono a cor da pedra ao nascer ou pôr do sol compete com a calidez tonal da vegetação.

 

Onde a magia nunca termina

Navegar na Ponte de Carlos, uma das mais famosas do mundo, visitar castelos ouvindo a história dos Cavaleiros Teutônicos e cavernas com estalactites de intrincadas formas são algumas das atividades imperdíveis quando você visitar a República Checa.

Experiencia de viagem
Brno tem senso de humor

É verdadeiro dizer que Brno tem a sua piada (ou as suas piadas). Algo que é comprovado com um sorriso, quando você ouve as histórias que cercam várias atrações da cidade.

Experiencia de viagem
Suíça da Boêmia, a maravilha natural

A pouco mais de uma hora a noroeste de Praga há um território natural que oferece tudo o que é necessário para ser feliz desfrutando do meio ambiente. É a Suíça da Boêmia, com paisagens que estão entre as mais atrativas da Europa.

Aventura Aventura Experiencia de viagem Natureza
Pacotes