Lembranças de Leoš Janáček, colhidas Na trilha da raposa

Na bela e pequenina Hukvaldy, ao sopé das Montanhas Beskydy, a 03 de julho de 1854 nascia o compositor Leoš Janáček. Uma das suas composições mais reproduzidas no mundo conta a fábula da raposa Bystrouška, tão famosa que ganhou uma estátua.

Por: Colaborador Convidado

Publicado: Julho 22, 2020

Era uma vez um escritor, um quadrinista e um compositor de música clássica que foram unidos por uma raposa, astuta como é dito sobre as suas iguais. Todos do trio já se foram desta nossa dimensão, mas eles se mantêm presentes a encantar plateias de todas as idades. Assim como a raposa Bystrouška.

Bystrouška nos vem à lembrança por conta do mês no qual a Tchéquia comemora o aniversário do compositor Leoš Janáček, nascido a 03 de julho de 1854 em Hukvaldy, Morávia. Entre as obras de Janáček conta a ópera Příhody lišky Bystrouška, oficialmente traduzido por A Raposa Astuta, inspirada na fábula intitulada Liška (Raposa)Bystrouška.

No vídeo a seguir, suíte da ópera Příhody lišky Bystrouška na interpretação da Orquestra Sinfônica da Rádio Praga, dirigida pelo maestro Vladimir Válek. A suíte é versão de Vlácav Talich (1883- 1961), fundador da lendária Orquestra de Câmara Tcheca.

A fábula foi escrita pelo  tradutor, jornalista, poeta e escritor tcheco Rudolf Těsnohlídek (1882-1928). Těsnohlídek a escreveu a para seus filhos, com formidáveis  ilustrações de Stanislav Lolek (1873-1936). Saiba mais sobre Rudolf Těsnohlídek.

Pintor, ilustrador e quadrinista, Stanislav Lolek ganhou notoriedade pelas ilustrações da fábula, publicada em Tchéquia no ano de 1920. O curioso na história de Lolek é que, antes de artista, ele foi silvicultor e guarda florestal. Nesta função, ilustrava seus mapas com belos desenhos, tanto que foi aconselhado a frequentar a Academia de Belas Artes de Praga, conselho que acatou. Conheça algumas das belas obras de Lolek.

Leoš Janáček, um dos expoentes mais importantes do nacionalismo musical do século 20, antes e durante a composição (entre 1921 a 1923) da sua “ópera em quadrinhos”, encontrava-se com Rudolf  Těsnohlídeke em Brno. A estreia ocorreu no Teatro Nacional de Brno, em 6 de novembro de 1924.

“Ópera em quadrinhos”, em resumo, é termo utilizado para peças  musicais com temas leves e finais felizes. Os diálogos são falados,  ao invés de cantados. Encontra eco nas comédias musicais de  diferentes culturas - a ópera buffa, Itália; singspiel, Alemanha; opéra-comique, França, conforme a Encyclopædia Britannica.

Se você estiver em Praga no mês de novembro (dia 18, 2020), ou dezembro (dia 22), poderá assistir à encenação de As Aventuras da Raposa Astuta no Teatro Nacional. O teatro ocupa belíssimo conjunto arquitetônico com quatro edifícios de teatro e quatro conjuntos para demais artes. A partir do terraço, você colherá extraordinárias vistas de Praga. O espetáculo será legendado em inglês. Para facilitar aos que têm a intenção de assistir ao espetáculo, oferecemos breve resumo da fábula.

As Aventuras da Raposa Astuta

Após muito “cervejar” com amigos , o personagem Revírník Bartoš retorna à casa através da floresta. Lá ele adormece, junto de onde vive a raposa. Há controvérsias quanto aonde Těsnohlídeke ambientou o lar de Bystrouška – se na floresta de Bílovice, ao norte de Brno; ou se, na verdade, a raposa morava não em uma floresta, mas em pavilhão de caça na vila de Veselí, sudeste da Morávia, imediatamente adjacente à Eslováquia.

Daí que, para justificar o atraso do retorno à casa, Bartoš leva consigo um filhote de raposa, argumentando que o atraso se devia ao tempo demandado para capturá-lo. Logo, a raposinha foi adotada como animalzinho de estimação de Pepík, neto de Bartoš. Porém, prevalece a natureza selvagem de Bystrouška – ela dizima as aves domésticas e foge para a liberdade.

Enquanto ruma para a liberdade, a raposinha encontra abrigo na toca de um texugo, e inicia a trajetória que, conforme traduz a ópera de Leoš Janáček, “é a ‘revisão filosófica’ sobre animais e pessoas, decepção com a vida e a reconciliação sábia com a natureza eterna”. Uma estátua homenageia Janáček na cidade do seu nascimento - a belíssima Hukvaldy, ao sopé das Montanhas Beskydy. No anfiteatro local, há intensa programação anual de famosas peças clássicas criadas pelo compositor.

De tal forma Bystrouška é famosa, que ela também ganhou uma estátua em Hukvaldy. A Bystrouska em bronze pode ser vista no decorrer da via que leva desde a vila ao Castelo Hukvaldy, o qual remonta a meados do século 13.  

 

Canais relacionados

Sonhe
Cinco locações de filmes em Praga, na República Tcheca

A capital da República Tcheca é o sonho de qualquer cinegrafista – diversos locais históricos e lindos, prontos para filmar. Descubra cinco lugares de Praga que você provavelmente já viu no cinema.

Arte Café literário Cultura Experiencia de viagem Itinerários Patrimonio Sonhe
Cinco castelos para hospedar você na República Tcheca

Com preços de estadia para todos os bolsos, vários castelos da República Tcheca aceitam hóspedes. A seguir, cinco deles. 

Arquitetura Castelos e Palácios Castillos y Palacios Experiencia de viagem Itinerários Luxo Patrimonio Patrimônios Sonhe
Lembranças de Leoš Janáček, colhidas Na trilha da raposa

Na bela e pequenina Hukvaldy, ao sopé das Montanhas Beskydy, a 03 de julho de 1854 nascia o compositor Leoš Janáček. Uma das suas composições mais reproduzidas no mundo conta a fábula da raposa Bystrouška, tão famosa que ganhou uma estátua.

Sonhe
Pacotes