Hradec nad Moravicí: inspiração para fadas

O complexo palaciano Hradec nad Moravicí foi reconhecido como o cenário mais apropriado para um conto de fadas em toda a República Tcheca e é tão fotogênico que nunca para de colher corações nos stories do Instagram. Ao visitar a região da Morávia e Silésia, no nordeste do país, marque um encontro com a magia e a arte no castelo da família Lichnovský de Voštice.

Por: Jess Garbarino

Publicado: Abril 18, 2022

Seis gerações de príncipes e condes da família Lichnovský se encarregaram de fazer do Palácio Hradec nad Moravicí um lugar encantador, não só pela sua arquitetura e belos jardins, mas pela atmosfera cultural e artística que permeava a vida social deles. Celebridades como Ludwig van Beethoven e Franz Liszt foram alguns dos seus hóspedes. Embora não seja possível verificar se houve fadas a intervir nas histórias que se passaram dentro das muralhas, a verdade é que o palácio ainda conserva aura mágica e inspiradora.

Quatro mil anos

Registros históricos indicam que a Colina Hradec foi habitada desde há cerca de quatro mil anos e sempre foi ponto estratégico de vigilância, muito bem protegido. O forte eslavo do século 8 que ali existia foi substituído, trezentos anos após, pelo castelo do príncipe dos premislitas. Após um incêndio, em meados do século 13 o famoso rei Přemysl Otakar II construiu novo castelo gótico, cercado por engenhoso sistema de defesa. Durante o século 14, Hradec foi o centro administrativo de Opava e logo passou pelas mãos de vários senhores. Kašpar Pruskovský herdou a propriedade em 1585 e converteu o antigo castelo medieval em mansão renascentista, cercada por maravilhoso jardim. Em 1778, a propriedade Hradec passou para as mãos da família principesca prussiana dos Lichnovskýs de Voštice, a qual, em princípios do século 19, fez adaptações no castelo de Hradec nad Moravicí, conferindo-lhe a atual aparência.

Branco e vermelho

O complexo palaciano, localizado a apenas oito quilômetros da cidade de Opava, possui três estruturas distintas - o Castelo Branco, o Castelo Vermelho e a Torre Branca. O edifício mais antigo é o Castelo Branco, que abrigava os quartos privados dos proprietários e dos hóspedes, como assim as salas de representação. O Castelo Vermelho, em estilo neogótico, faz as vezes de portão de entrada e muralha que encerra um grande pátio e abraça o jardim do palácio. Esse edifício foi construído para funcionar como um estábulo, no entanto, é a estrutura mais fotogênica de todo o complexo. Por fim, há a Torre Branca, que era um grande reservatório de água.

Visitas guiadas

Ao término da Segunda Guerra Mundial, em 1945, a propriedade passou à posse do Estado e, desde então, está aberta ao público. Em abril de 2001, o castelo foi declarado Monumento Cultural Nacional e é um destino muito popular entre os viajantes que visitam a região da Morávia e Silésia.

Os visitantes podem escolher entre duas visitas guiadas aos interiores do Castelo Branco. Uma das visitas leva a percorrer as diferentes áreas do primeiro andar - a sala de leitura, a biblioteca, a sala de jantar principal, o corredor neogótico, os salões de baile, o apartamento do príncipe e os recintos sociais – espaços para fumantes, bilhar, música, sala rococó para mulheres. O segundo percurso se dá ao longo do piso térreo, onde habitualmente ocorrem exposições de arte. O roteiro permite visitar a Grande Suíte de Hóspedes, a capela, a sacristia e a sala heráldica.

Mais informações: https://www.zamek-hradec.cz/cs

Canais relacionados

Experiencia de viagem
A rota dos relógios astronômicos

Além do famoso relógio astronômico de Praga, que reúne multidões toda vez que é acionado, você pode visitar Tchéquia seguindo a trilha de sete mecanismos sofisticados que exibem precisão, história e ideologia. Olomouc, Litomyšl, Krystofovo Udolí, Prostějov e Uherský Brod... e o mais novo de todos, em Brno, inaugurado em 2010.

Experiencia de viagem
Sete portas para entrar em Tchéquia

Durante 2019, várias comemorações na República Tcheca lembraram a Revolução de Veludo, ocorrida há 30 anos na então Tchecoslováquia - que incluía a hoje Eslováquia -, libertando-a do poder soviético. Em 2019, Tchéquia comemorou também 15 anos desde a entrada na União Europeia, já como República Tcheca, após a separação da Eslováquia, em 1993.

Experiencia de viagem
Suíça da boêmia, a maravilha natural

A pouco mais de uma hora a noroeste de Praga há um território natural que oferece tudo o que é necessário para ser feliz desfrutando do meio ambiente. É a Suíça da Boêmia, com paisagens que estão entre as mais atrativas da Europa.

Experiencia de viagem
Pacotes