Em Třebíč, a herança judaica que é Patrimônio Mundial

Em 2023, Třebíč comemora 20 anos de inscrição na Lista do Patrimônio Mundial Cultural e Natural da Unesco. A inscrição contempla o Bairro Judeu, o Cemitério Judeu e a Basílica de São Procópio, símbolo da fraternal convivência entre cristão e judeus no decorrer da história da cidade.

Por: Giorgia Marcucci

Publicado: Agosto 24, 2023

Fundada a partir de mosteiro beneditino datado do ano 1101, antes reconhecida como núcleo de vida religiosa e de educação, hoje Třebíč é importante centro econômico, administrativo, político, cultural e turístico da Morávia. Oferece amplas possibilidades para lazer e entretenimento, que se estendem aos pitorescos arredores do sopé das Terras Altas da Boêmia-Morávia, a exemplo de museus (inclusive, o imperdível Museu ao Ar Livre em Jihlava), zoológico, castelos, palácios, trilhas para pedestres e ciclistas.

Historicamente centro da cultura judaica na República Tcheca, Třebíč se orgulha de manter o mais bem preservado Bairro Judeu do País. Ao lado da Basílica de São Procópio, uma das joias tchecas da arquitetura medieval; e do Cemitério Judaico mais bem preservado da República Tcheca, o Bairro Judeu está inscrito na Lista do Patrimônio Mundial Cultural e Natural da Unesco desde 2023.

 

A planta fielmente preservada do Bairro Judeu abriga conjunto único de 123 edificações, dentre elas, duas Sinagogas, o Museu Judaico, o Rabinato, asilo, hospital e duas escolas. O conjunto, entremeado por ruas estreitas e com calçamento em pedras, representa a extensão original do gueto criado no território delimitado pelo rio Jihlava e a colina Hrádek.

Um dos edifícios religiosos do Bairro Judeu em Třebíč é chamado Sinagoga dos Fundos. Construída em 1669, hoje ela é utilizada para a realização de exposições, concertos e outras atividades culturais. Construída no ano 1669 em estilo renascentista, a Sinagoga tem uma dependência conhecida por Galeria Feminina, onde é exibida exposição permanente sobre a cultura judaica.

Além dessa exposição, há na Sinagoga dos Fundos uma maquete que reproduz o gueto como era no ano 1850. A outra, a Sinagoga da Frente, é mais antiga. A pintura interior data de 1705-1707 e retrata o céu estrelado e o pôr do Sol. Nas paredes da Sinagoga da Frente, o visitante verá textos litúrgicos judaicos, adornados com motivos fluorescentes.

 

O Cemitério Judeu, outro motivo da inscrição de Třebíč na Lista do Patrimônio Mundial, reúne 11 mil sepulturas e perto de 3 mil lápides. Estas documentam o desenvolvimento da lápide judaica em todas as suas formas, desde o Renascimento, passando pelo Barroco e chegando ao Classicismo, nos anos 40 do século 20. Com área de 11.772 metros quadrados, o Cemitério Judeu em Třebíč é um dos maiores do gênero na Tchéquia.

Chegamos ao terceiro Patrimônio Mundial em Třebíč – a Basília de São Procópio, construída a partir de 1330 como parte do Mosteiro Beneditino que deu origem à povoação. A Basílica é considerada símbolo da fraternal convivência em Třebíč entre cristão e judeus. É construída em estilo românico e faz parte das joias da arquitetura medieval com importância europeia.

Em tempos idos, o belo e curioso prédio da Basília de São Procópio serviu como armazém, cavalariças e mesmo cervejarias. Após a restauração, que ocorreu em meados do século 18, retomou a finalidade original. Contudo, as diferentes atividades que acolheu não impediram a que a Basílica chegasse aos nossos dias exibindo pinturas murais que contam entre as mais antigas preservadas. Uma das porções mais valiosas da Basílica é a cripta, com teto sustentado por 50 colunas, cada qual com capitel decorado e preservado conforme original.

Os monumentos listados, vários outros e atrações sem conta fazem de Třebíč um dos destinos tchecos imperdíveis. Localizada no oeste da Morávia, ponta sudeste da região de Vysočina, a cidade e seus arredores satisfazem os amantes da história e da cultura, assim como, da Natureza. Dista 171,8 km de Praga. Há várias opções para ir da capital tcheca até Třebíč, por automóvel, ônibus ou trem.

Você pode gostar

REPÚBLICA TCHECA DE TREM, ROTA PARA VIAJAR O PAÍS SEM SE ESTRESSAR

TRADIÇÕES TCHECAS: DO ANIL À CERVEJA

CINCO RAZÕES PARA VISITAR MORÁVIA DO SUL, NA REPÚBLICA TCHECA

Canais relacionados

Patrimônios
Bibliotecas da República Tcheca, tesouros escondidos em mosteiros e palácios

As bibliotecas mais bonitas da República Tcheca estão localizadas em locais privilegiados e em salas repletas de história, onde a cultura passeia entre páginas e prateleiras. Durante a sua próxima viagem à República Tcheca, aceite nosso convite para conhecer as cinco mais espetaculares dessas bibliotecas, abrigadas em palácios e mosteiros.

Arquitetura Arte Cultura Patrimônios
A madeirada na Tchéquia, nova inscrição na lista da UNESCO

Entre os 47 itens escolhidos pelo Comitê da Unesco para salvaguardar o Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, está a chamada “madeirada”. Esta escolha, que a República Tcheca partilha com outros países como Espanha, Áustria, Alemanha, Polônia e Letônia, reconhece a importância desta prática histórica que consiste no transporte fluvial de madeira e outras mercadorias.

Cultura Patrimônios
Cinco locais de arquitetura modernista na República Tcheca

A arquitetura modernista e seus estilos, como construtivismo, cubismo, funcionalismo, minimalismo, classicismo têm belos exemplos na República Tcheca.

Arquitectura Arquitetura Cultura Cultura Dica de local Experiencia de viagem Patrimônios
Pacotes