Em Moravský Krumlov, Alfons Mucha e todo o esplendor da Epopeia Eslava

Alfons Mucha, fenomenal pintor tcheco ícone do estilo Art Nouveau criou obras às centenas. No entanto, o ciclo de 20 enormes telas intitulado Epopeia Eslava desafia a imaginação. Separadas, essas telas têm viajado o mundo. Agora, você poderá ver o conjunto delas reunido em um só lugar. O ciclo de pinturas regressa ao local aonde foi originalmente exposto - o Castelo de Moravský Krumlov, distrito de Znojmo, Sul da Morávia. Inaugurada em maio de 2021, a exposição permanecerá aberta à visitação até junho de 2026.

Por: Giorgia Marcucci

Publicado: Janeiro 17, 2023

Alfons Mucha, fenomenal pintor tcheco ícone do estilo Art Nouveau criou obras às centenas. No entanto, o ciclo de 20 enormes telas intitulado Epopeia Eslava desafia a imaginação. Separadas, essas telas têm viajado o mundo. Agora, você poderá ver o conjunto delas reunido em um só lugar. O ciclo de pinturas regressa ao local aonde foi originalmente exposto - o Castelo de Moravský Krumlov, distrito de Znojmo, Sul da Morávia. Inaugurada em maio de 2021, a exposição permanecerá aberta à visitação até junho de 2026.

Foto: Kudy z Nudy

Mucha criou as telas ao longo de 18 anos, enquanto residia no Castelo Zbiroh, na Boêmia Central. O artista idealizou a complexa obra para traçar em amplitude a saga dos eslavos, contudo,  dedicou metade das telas à história, religião e cultura da Nação tcheca. No Castelo de Moravský Krumlov, as pinturas estão dispostas de forma a que as diferentes telas sucedam a história contada com maestria pelos pinceis de Alfons Mucha.

Você verá primeiro a tela introdutória e depois, a representação do tcheco Jan Hus, nascido na Boêmia. Teólogo e reformador, Hus iniciou movimento religioso baseado nas ideias do inglês John Wycliffe, considerado precursor das reformas religiosas que impactaram a Europa nos séculos 15 e 16. Os seguidores de Jan Hus ficaram conhecidos como Hussitas.

Foto: Kudy z Nudy

A próxima tela mostra o momento na história de Jan Amos Komenský, considerado o pai da educação moderna. Último bispo da igreja Hussita, Amos foi cientista, escritor e educador brilhante. Livro de autoria dele publicado em 1649 se mantém  atual. O título desse livro é “Didática Magna” ou “Tratado da Arte Universal de Ensinar Tudo a Todos.”

Foto: Kudy z Nudy

A exposição das telas de Mucha no Castelo de Moravský Krumlov (Krumlov Morávia) encaminhará você pela história, até o ápice - “Apoteose da História dos Eslavos”. Visitar a exposição é experiência das mais gratificantes, assim como o é conhecer o castelo e a bela cidade que o abriga.

Castelo de Krumlov da Morávia

Foto: Prefeitura de Moravský Krumlov

Originalmente construído em estilo medieval, o Castelo de Krumlov da Morávia recebeu perfil renascentista no século 16, durante o reinado dos Senhores de Lipá, antiga família nobre tcheca. O nome da Família tem origem na localidade Lipá, hoje Česká Lípa (cidade no distrito Liberec, Boêmia do Norte).

Após várias reformas, o castelo adquiriu o perfil arquitetônico barroco exibido agora – edifício quadrangular em três andares, com pátio central e belas arcadas. Na agência de turismo da sua preferência ou junto aos serviços para o turista nos hotéis em Praga você poderá contratar visitas guiadas ao castelo.

A bela capela do castelo e o Salão dos Cavaleiros fazem parte das visitas, bem como o amplo parque inglês com raras coníferas – no parque é possível fazer piquenique e até mesmo aprender como jogar golfe com disco. Saiba mais sobre o Castelo da Morávia Krumlov.

Morador ilustre

Você já ouviu falar em Philippus Areolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim? Talvez facilite a lembrança mencionar o pseudônimo dele – Paracelso (ou Paracelsus, 1493–1541). Controverso médico, químico e naturalista suíço, um dos imortais da história, Paracelso pode ainda ser colocado na prateleira ao lado de Nostradamus, Zaratustra e outros místicos famosos, nesse caso, como alquimista, profeta e adivinho.

Pois bem. Na imagem acima, é bem visível a torre do Castelo de Krumlov da Morávia. Nessa torre, Paracelso morou por dois anos. Chegou e ficou a pedido de Jan de Lipá para tratar da gota que atormentava esse nobre. Muito bem acomodado na torre, Paracelso aproveitou para escrever o terceiro volume daquela que seria a sua mais importante obra - Die grosse Wundesarznei, em português, O Grande Remédio para Ferimentos.

No castelo, é mantida exposição permanente sobre Paracelso, lembrando que ali ele escreveu muito mas, curar Lipá, não curou. Por não ter êxito para melhorar a saúde do nobre, na calada de bela noite de outono Paracelso reuniu seus pertences e se evadiu – como adivinho, ele deve ter concluído que, por não alcançar o bem da cura, poderia se dar muito mal, porque o nobre de Lipá não era de brincadeira. Muito ao contrário – era revanchista.

Moravský Krumlov

Foto: Prefeitura de Moravský Krumlov

Conhecida como “Cidade com muitos monumentos”, Moravský Krumlov é localizada em promontório com vista para o rio Rokytná. Esse rio serpenteia a Reserva Natural Nacional Krumlovsko-Rokytenské a qual, especialmente nos meses da primavera, é salpicadas por fortes e contrastantes cores da  diversificada vegetação, além da fascinante paisagem das suas florestas, permeadas por rochas, estepes e cursos d'água. A outra porção dessa reserva está na fronteira entre os distritos de Znojmo (região de Moravský Krumlov) e Třebíč.

Casa do Príncipe

Foto: Prefeitura de Moravský Krumlov

O edifício mais antigo da cidade, datado de 1614, é a Casa do Príncipe (Knížecí dům), que abriga o museu da cidade, galeria e exposição arqueológica focada na região de Moravský Krumlov. Na colina acima da cidade está a Capela de Saint-Florian. A subida até a capela é suave. Aproveite para conhecê-la e desfrutar de bela vista do entorno, incluída a Reserva Natural Krumlovsko. Conheça mais atrações em Moravský Krumlov.

Como chegar

Desde Praga, Boêmia Central, até Moravský Krumlov, Morávia do Sul, a distância é de 212 km. Para chegar à cidade por trem, ônibus ou automóvel a partir da capital tcheca consulte o site da Rome2rio (horários e preços para todos os dias e meses do ano, com ótima tradução instantânea em português).

Você pode gostar

Quem não conhece Tchéquia em profundidade pode confundir  Moravský Krumlov (Morávia do Sul) com Český Krumlov (Boêmia do Sul). Cada uma dessas cidades tem distintas e ótimas atrações. Um pouco sobre a Krumlov boêmia é a primeira dentre as sugestões oferecidas a seguir.

Más información: Cinco motivos para visitar Český Krumlov

A Silésia e suas seis apaixonantes áreas turísticas

Cinco cidades tchecas que você provavelmente nunca ouviu falar - mas devia conhecer

 

Canais relacionados

Arte Cultura
Bibliotecas da República Tcheca, tesouros escondidos em mosteiros e palácios

As bibliotecas mais bonitas da República Tcheca estão localizadas em locais privilegiados e em salas repletas de história, onde a cultura passeia entre páginas e prateleiras. Durante a sua próxima viagem à República Tcheca, aceite nosso convite para conhecer as cinco mais espetaculares dessas bibliotecas, abrigadas em palácios e mosteiros.

Arquitetura Arte Cultura Patrimônios
Cinco filmes de terror gravados na República Tcheca

A República Tcheca é cheia de belezas. Mas graças a arquitetura milenar bem preservada, também possui cenários arrepiantes. Ideal para filmes de terror, como estes que listamos.

Arte
Em Moravský Krumlov, Alfons Mucha e todo o esplendor da Epopeia Eslava

Alfons Mucha, fenomenal pintor tcheco ícone do estilo Art Nouveau criou obras às centenas. No entanto, o ciclo de 20 enormes telas intitulado Epopeia Eslava desafia a imaginação. Separadas, essas telas têm viajado o mundo. Agora, você poderá ver o conjunto delas reunido em um só lugar. O ciclo de pinturas regressa ao local aonde foi originalmente exposto - o Castelo de Moravský Krumlov, distrito de Znojmo, Sul da Morávia. Inaugurada em maio de 2021, a exposição permanecerá aberta à visitação até junho de 2026.

Arte Cultura
Pacotes