Cruzeiros pelo Moldava

Navegar pelo rio que corta Praga é uma experiência única. Além de momentos tranquilos, pode-se ver a cidade e suas pontes por um outro ângulo, não menos bonito.

Por: Luiz Fernando Destro

Publicado: Novembro 24, 2020

Existe um rio que é 100% tcheco. Não, não é o Danúbio ou o Elba – o primeiro nem passa em terras tchecas, o segundo passa, mas também toca Polônia e Alemanha. O rio tcheco “da gema” chama-se Vltava para os tchecos, que gostam de comer consoantes. Para nós, latinos, ele atende pelo singelo nome de Moldava.

O Moldava nasce, corre e morre na República Tcheca. Nasce nas montanhas Šumava, próximo à fronteira da Áustria, e corre rumo ao norte, cortando várias cidades, incluindo Česky Krumlov, Česke Budejovice e Praga, para finalmente desaguar no Elba. E, embora seja navegável em muitos trechos, não é navegável de ponta a ponta (por enquanto). Por isso, os grandes barcos de cruzeiros fluviais não chegam a Praga (de novo, por enquanto).

Mas, se está em Praga é possível, sim, fazer pequenos cruzeiros locais, navegando por entre as belezas de Malá Strana e Hradčany, de um lado, e de Josefov e Cidade Velha, do outro. Não é uma extensão longa, e por isso os navios costumam subir e descer o rio várias vezes, o que não é ruim, porque permite ver e rever as muitas atrações. Existem vários tipos de cruzeiros, sendo os mais comuns:

- Cruzeiro turístico – Geralmente de 30min a uma hora. O barco sobre e desce o rio, passando em frente às construções mais interessantes. Pode incluir um guia ou áudio-guia, e pode incluir um refresco ou cerveja.

- Cruzeiro noturno – Aproveita a beleza da cidade de Praga com seus monumentos iluminados a noite. Pode ser curto, como o turístico diurno, ou pode ser um pouco mais comprido, e aí inclui um happy hour com bebidas e comidinhas.

- Cruzeiro com jantar – Faz o percurso noturno e inclui um jantar em estilo bufê e open bar de cerveja e algumas outras bebidas. Bom para combinar passeio e refeição.

- Cruzeiro de Jazz – É bem famoso o cruzeiro que junta um jantar com apresentações de jazz ao vivo. À beleza do cenário soma-se uma música agradável – e os comes e bebes, é lógico.

- Cruzeiro evento – Se você tem um grupo grande e quer fazer uma coisa diferente, dá para alugar um barco para chamar de seu e fazer um evento privado. Com comida, bebida e música ao vivo.

- Cruzeiro temático – Existem também alguns barquinhos históricos, para fazer um passeio à moda antiga. Vale pelo diferente.

Se você é do tipo que enjoa só de olhar o barco atracado, não se preocupe. No rio, os barcos têm fundo chato e, por isso, não balançam.

Há várias companhias de navegação que operam os cruzeiros no Moldava, e geralmente dá para comprar seu bilhete na hora. Os dois locais mais conhecidos de embarque são no início da Ponte Carlos, lado da Cidade Velha, e no cais em frente ao antigo hotel Intercontinental, no final da rua Pařížská. Gostou? Então todos a bordo!

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Em Kroměříž, no jardim das delícias da Morávia

Há muitos extraordinários complexos palacianos na República Tcheca. Nové Hrady, na Boêmia; as residências da Família Liechstenstein, ao sul da Morávia; em Valtice e Lednice; e o conjunto que abriga o Castelo de Praga. Dentre eles, se apenas um pudesse ser escolhido, a minha opção seria pelo conjunto palaciano de Kroměříž.

 

Experiencia de viagem
Flores de pedra. Parece poesia, mas é souvenir.

Karlovy Vary já inspirou vários artistas. Beethoven escreveu lá uma de suas sinfonias. Goethe frequentava o Café Elefant, até hoje um ponto de encontro na cidade. Para não falar dos filmes gravados na cidade...

Experiencia de viagem
Paraíso da Boêmia: torres de pedra e castelos à beira de abismos

A apenas uma hora de carro desde Praga, a paisagem muda radicalmente. Torres de sólidas rochas e castelos elevam-se à beira de falésias perturbadoras - é o Paraíso da Boêmia, um geoparque reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade.

Experiencia de viagem