Comer como tcheco: as bebidas que melhor acompanham cada prato

Se você pretende seguir os costumes tchecos, não poderá pular o capítulo das bebidas alcoólicas, porque "onde quer que vá, beba o que vê".

Por: Jess Garbarino

Publicado: Setembro 26, 2019

Os tchecos são os maiores consumidores de cerveja per capita do mundo. Cada tcheco bebe cerca de 150 litros de cerveja por ano.

A cerveja lager ou pilsen foi inventada na cidade de Pilsen (Plzeň, na República Tcheca), em meados do século 19.

Há perto de 400 marcas de cerveja no país. As mais populares são Pilsner Urquell, Budweisser Budvar (na América Latina é comercializada sob a marca Czechvar, e na Espanha, Budějovický Budvar), Bernard, Krušovice, Kozel e Radegast. No entanto, existem muitas marcas regionais. É possível dizer que praticamente toda cidade tcheca tem sua fabricação própria  de cerveja.

Ainda, há em Tchéquia mais de 280 mini cervejarias que produzem cerveja artesanal.

Nos restaurantes e cervejarias é servida cerveja de barril. Geralmente, o tcheco quando sai não bebe cerveja engarrafada. Cerveja em garrafa é levada para consumir em casa.

Servir boa cerveja de barril é quase uma arte. A temperatura, altura da espuma, cor e sabor da cerveja devem estar em perfeito equilíbrio, para proporcionar uma experiência única e prazerosa.

Note que, na República Tcheca, a cerveja não é consumida tão gelada quanto na América Latina. A temperatura mais alta ajuda a destacar o sabor.

Se você pedir apenas cerveja (pivo, em tcheco), sem especificar quantidade, receberá o jarro ou copo de meio litro. Se você quiser um tamanho menor, peça ‘male pivo’ (cerveja pequena), que corresponde a 0,3 litro (300 mililitros, ou igual à capacidade de um copo tulipa).

Nas cervejarias, o garçom deixa à mesa uma pequena ficha, na qual risca uma linha para cada cerveja consumida. Se for a cerveja pequena, riscará meia linha. Ao final, conta as linhas para cobrar o consumo.

VINHOS, LICORES, COQUETÉIS

Normalmente, em Tchéquia são oferecidos vinhos italianos, espanhóis, franceses, argentinos, chilenos, e sobretudo, os tchecos. O vinho branco tcheco é muito bom; o vinho tinto é menos incorporado do que aqueles de outros países. Os melhores vinhos tchecos são produzidos na região da Morávia do Sul.

No inverno, os tchecos consomem vinho quente. Geralmente, é vinho tinto preparado com especiarias, como cravo e canela. É servido tanto em restaurantes como em barracas, na rua. Consomem também ponche e grog - uma bebida feita de rum tcheco e água quente, e consumida com mel e limão.

O licor típico tcheco é o Becherovka. Tem um doce sabor de ervas. A receita é secreta e passada de geração em geração, desde meados do século 19. Pode ser tomado como aperitivo ou digestivo, puro ou com gelo. Também, é usado para preparar coquetéis - o mais típico é chamado beton (é preparado com Becherovka e tônica), que em tcheco significa concreto (betume).

A aguardente de bagaço (ou bagaceira) mais típica de Tchéquia é chamada Slivovice. É elaborada com frutas como ameixa, pêssego, pera, amora, maçã etc. Geralmente, tem 35% de teor alcoólico, mas os caseiros chegam a teores de 60% e 70%. É usual ser ingerida como digestivo.

REFRESCOS

Kofola é a versão tcheca da coca-cola, e é fabricada no país. É uma bebida que foi muito consumida durante a era comunista, e há alguns anos retornou ao gosto dos tchecos. Ao pedir um refrigerante, você deve especificar se deseja coca-cola, pepsi cola ou kofola, e se deseja ‘da torneira’ (kohouteku) ou em garrafa (láhev).

 

Canais relacionados

Sabores
Sobre cervejas e adjetivos pátrios

Na República Tcheca, cerveja é um assunto muito sério, com nome e sobrenome.

Cultura Experiencia de viagem Sabores
Svatý Florian, joia da tradição cervejeira tcheca

Quem gosta de cerveja sabe que na República Tcheca esta bebida atinge o status de veneração, imersa a fundo na cultura e no cotidiano dos tchecos. Não é por acaso, portanto, que a Tchéquia seja o berço do estilo de cerveja mais popular do mundo, a Pilsen. O país é repleto de lugares com pequenas cervejarias que refletem a tradição cervejeira, a qual desperta admiração em quem tem a chance de conhecer. O contato com os pequenos produtores permite aprofundar nas raízes da cerveja no coração dos tchecos.

Sabores
10 sugestões para tornar inesquecível sua viagem a Praga, na República Tcheca

Se você é daqueles que escrevem lista de compras, planejam por horas o trabalho e gostam de organizar a mala com antecedência, apreciará incluir nossas sugestões na sua lista de “coisas para fazer em Praga”. Em três ou quatro dias na capital tcheca haverá tempo para todos os sugeridos (e sem estresse).

Arquitetura Arte Café literário Castelos e Palácios Dica de local Patrimônios Sabores
Pacotes