Cinco lugares de turismo religioso protestante no Destino Tchéquia

A história do protestantismo passa diretamente pela República Tcheca. Desde Jan Huss, passando por diversos conflitos, os protestantes deixaram suas marcas. Descubra algumas nesse artigo.

Por: Luiz Fernando Destro

Publicado: Outubro 27, 2022

Ao contrário do catolicismo e, em menor grau, do judaísmo, não existem tantos monumentos protestantes na República Tcheca. Basicamente porque não sobreviveram às muitas guerras religiosas ao longo dos séculos, especialmente o XVII. Mas as marcas da herança protestante podem ser vistas, se alguém olha com cuidado.

A Igreja de Nossa Senhora de Týn

A emblemática igreja na Praça da Cidade Velha é um dos poucos templos protestantes remanescentes. Talvez por sua localização privilegiada, ou pela longa história associada às raízes do protestantismo tcheco. O fato é que ela permanece impávida no coração de Praga. (Nota: divirta-se tentando achar a porta de entrada).

A estátua de Jan Huss

Antes de Lutero, antes de Calvino, um tcheco já defendia os princípios do protestantismo, com críticas aos rumos da igreja católica. Seu nome era Jan Huss, e a igreja formada por seus seguidores é conhecida como hussita, com adeptos até hoje. Na Praça da Cidade Velha, uma estátua lembra esse famoso personagem que, ao defender suas ideias no Vaticano, foi condenado a arder na fogueira.

Palácio Real no Castelo de Praga

Entre as diversas construções que formam o Castelo de Praga, há o antigo Palácio Real, lar dos soberanos tchecos. Ele pode ser visitado e, apesar de não possuir muito mobiliário, há um cômodo de extremo interesse. Em uma sala no extremo do palácio, há uma janela de onde os católicos foram jogados pelos protestantes, no episódio que ficou conhecido como a Defenestração de Praga. E desencadeou a Guerra dos 30 anos....

Tábor

A pequena vila na Boêmia do Sul nasceu com o propósito de ser um lugar de vida igualitária, e tornou-se epicentro da igreja hussita, o protestantismo tcheco. Hoje, suas vielas medievais encantam não apenas pelo passado ricamente histórico, mas também pelo presente incrivelmente belo.

A Montanha Branca

Quem chega a Praga pelo aeroporto Vaclav Havel e vai ao centro, provavelmente passa por um bairro periférico chamado Bila Horá. Traduzindo, é a Montanha Branca. Nesse local, exércitos católicos e protestante travaram a batalha final (e sangrenta) da Guerra dos Trinta Anos. Hoje não há sinal do passado trágico: o local abriga um belo parque e uma filial da lanchonete McDonald´s.

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Český Krumlov através de um vídeo clip

O poder de atração do audiovisual retém a nossa atenção em inúmeras ocasiões, a ponto de nos levar a viajar para um destino apenas por ter visto um filme ou vídeo musical no qual aparecem paisagens e lugares que nos agradaria visitar.

Experiencia de viagem
Cinco bibliotecas imperdíveis na República Tcheca

Na República Tcheca, bibliotecas em mosteiros, castelos e palácios guardam tesouros únicos que repousam em encantadores cenários.

Arquitectura Café literário Castillos y Palacios Cultura Cultura Experiencia de viagem Patrimonio
Teatro negro de Praga,magia em família

O Teatro Negro de Praga é hipnótico, tanto para adultos quanto para crianças. Tahiel, o caçula dos três membros do blog argentino Magia en el Camino, compartilha a sua experiência mágica.

Experiencia de viagem
Pacotes