Boêmia Ocidental: luxo e glamour de cinema

A região de Karlovy Vary tem lugares encantadores que se exibem às câmeras de cinema, propõem relax e bem-estar por atacado, contam interessantes histórias, convidam a sabores únicos e cobrem de luxos os visitantes. Aqui contamos porque você deve incluir Loket, Mariánské Lázně, o palácio de Bečov e o monastério de Teplá na sua próxima viagem a Tchéquia.

Por: Jess Garbarino

Publicado: Julho 27, 2020

Muito próximo à fronteira com a Alemanha e a apenas 130km de Praga, a região de Karlovy Vary oferece a seus visitantes um leque de experiências inesquecíveis. O glamour de suas cidades-spa é famoso, com uma ampla oferta de tratamentos médicos e de bem-estar, alojamento de todos os níveis, campos de golfe, restaurantes e compras. Mas também está lá a magia e mistério dos castelos, palácios e monastérios, além do prestígio de seu cristal Moser, da porcelana Thun, do licor de ervas Becherovka e das bolachas Kolonáda. Os amantes dos esportes descobrirão que a região também oferece centros de esqui, extensas ciclovias e a meia maratona de Karlovy Vary. Apresentamos cinco argumentos infalíveis para colocar Karlovy Vary na sua lista de desejos.

1.SPA E BEM-ESTAR

Durante séculos esta região tem utilizado as águas de seus mananciais termais e minerais para tratamentos medicinais e de bem-estar, que são oferecidos nas suas três principais cidades-spa: Karlovy Vary, Mariánské Lázně e Františkovy Lázně. Lugares que, graças a sua fama, foram visitados ao longo de sua história por personagens célebres e governantes como o rei tcheco Carlos IV, o czar russo Pedro o Grande, o imperador austríaco Francisco I, a imperatriz Sissi o rei da Inglaterra Eduardo VII.

Karlovy Vary: Conta a lenda que a capital da região foi fundada no século XIV pelo rei tcheco e imperador românico Carlos IV, que teria descoberto as prodigiosas águas minerais enquanto tentava caçar um cervo. Com o passar do tempo, a fama da cidade atravessou as fronteiras da Boêmia, até converter-se em um símbolo de encanto e sofisticação social. Máximos representantes de estados europeus, assim como grandes personalidades como Goethe, Beethoven, Gogol, Paganini, Casanova e Mozart, entre outros, visitavam com frequência a cidade. Tradição que ainda se mantém, pois as estrelas do cinema visitam Karlovy Vary a cada ano em julho, quando se celebra ali um dos festivais cinematográficos mais importantes da Europa.

A melhor maneira de percorrer o centro histórico de Karlovy Vary é a pé, ao lado do rio Teplá, uma área de pedestres com alguns quilômetros de extensão, rodeada por colinas. Durante o agradável passeio se pode saborear as tradicionais bolachas, além de visitar o Grand Hotel Pupp, o Teatro Municipal, a igreja de Maria Magdalena e três colunatas (Mlýnská, Tržní e Sadova), que protegem 12 mananciais de água termal. A fonte mais famosa se chama Vridlo e é um gêiser de água a 77ºC. As fachadas coloridas dos edifícios que rodeiam ambos os lados da avenida são do início do século XX e abrigam lojas, hotéis, pensões, cafés e restaurantes, e dão a cidade um toque aristocrático. Para provar a água mineral termal, pode-se comprar uma típica caneca de porcelana, que por sua vez é um souvenir típico da região.

Também é uma boa ideia desviar-se um pouco do caminho principal e visitar a igreja ortodoxa, tomar uma das trilhas e subir ao mirante Salto do Cervo ou entrar no funicular até o Mirante de Diana e, desde lá, ir descendo pelos caminhos sinalizados até o centro da cidade.

Por outra lado, é muito interessante fazer uma visita à fábrica de cristal Moser e também conhecer o museu do licor de ervas Becherovka, que costuma ser rotulado como a fonte número 13 de Karlovy Vary.

Onde ficar? O lugar mais conhecido é o famoso Grand Hotel Pupp, que se converteu em cenário de filmes de Hollywood como 007 Cassino Royale de James Bond e As Férias de Minha Vida. Também há o elegante Hotel Imperial, situado no alto de una colina, com uma vista privilegiada da cidade, ande se chega através de um pitoresco funicular. as vistas de seus quartos para o vale de Karlovy Vary são espetaculares, assim como seu spa, um dos maiores e mais completos da cidade. Outras opções podem ser o complexo balneário Spa Resort Sanssouci, o Carlsbad Plaza Medical Spa & Wellness, hotel de cinco estrelas, ou o hotel Thermal, que é anfitrião do Festival Cinematográfico Internacional de Karlovy Vary.

Mariánské Lazně: Mais de cinquenta mananciais minerais frios emergem nesta cidade-spa. Os médicos especialistas em balneoterapia recomendam estas águas para tratar enfermidades dos rins e das vias urinárias, afecções nervosas, digestivas e respiratórias, assim como problemas de pele e do aparato locomotor. Contudo, não é necessário ter alguma doença para desfrutar de uma estadia agradável em Mariánské Lazně e relaxar ao máximo com a oferta de serviços de wellness da maioria de seus hotéis.

Mariánské Lázně se caracteriza também por seus belos parques, graças aos quais figura entre as cidades jardim mais bonitas da Europa. Você pode passear sem ser incomodado, observar a água brotar em numerosas fontes e mananciais, aspirar o perfume das flores e das árvores floridas ou momentos agradáveis tomando um café e degustando as bolachas de balneário.

Não deixe de admirar a famosa colunata de Máxim Gorkij, de aço e ferro fundido, que é o verdadeiro símbolo da cidade junto com a vizinha fonte cantante, que a cada hora ímpar (entre 7 e 21 horas) apresenta um espetáculo de água e música.

Františkovy Lázně: A menor cidade do triângulo de spas oferece elegantes passeios com arcadas clássicas, parques históricos e um ambiente agradável de paz, relaxamento e descanso. Nomeada em honra a seu fundador, o imperador austríaco Francisco I, a cidade tem por símbolo a estátua de um menino que, asseguram, tem poderes mágicos.

Chodová Planá: Quando se fala dos balneários da Boêmia Ocidental é importante mencionar os spas de cerveja. Ainda que atualmente possam ser encontrados em muitas cidades tchecas, incluindo Praga ou Karlovy Vary, a primeira a oferecer este original serviço foi a fábrica de cerveja Chodovar em Chodová Planá, povoado nas cercanias de Mariánské Lázně.

Para os amantes do espumoso elixir é uma parada obrigatória, não só para provar a especialidade local ou tentar “cozinhá-la” na Academia da Cerveja, mas também para banhar-se nela. A terapia combina os efeitos curativos dá água mineral quente, ingredientes da produção de cerveja e massagens. Os procedimentos tratam a pele e o cabelo, relaxam os músculos, esquentam as articulações e reforçam o sistema imunológico do organismo. Quando se sai da espuma da cerveja, o corpo se sente mais jovem. E se não te apetece ir embora depois do relax cervejeiro, é possível fazer uma reserva no hotel local. Além do spa, também é possível provar os pratos oferecidos no singular restaurante localizado em um labirinto de pedra, onde era a adega da cervejaria no século XII.

2. LEGADO HISTÓRICO

Loket: A história desta importante vila real, situada a uns 15Km de Karlovy Vary, e de seu castelo, remonta ao século XII. A entrada da cidade, cruzando a ponte sobre o rio Ohře, oferece uma vista cinematográfica que se transformou na foto perfeita para redes sociais. O pitoresco centro da cidade também é um imã para os cineastas: ali se gravou Cassino Royale, quando Loket se passa por uma cidade de Montenegro, onde James Bond e Vesper devem encontrar-se com René Mathis. A praça da cidade também serviu de cenário para o filme Nada de Novo no Front.

A cidade ganhou o nome de Loket, que significa “cotovelo”, por estar localizada em um pronunciado meandro do rio Ohře com forma de um cotovelo humano. Os visitantes podem percorrer os interiores e exteriores do castelo (com interessantes exposições) e subir a sua torre medieval, além de passear pela praça principal rodeada de coloridas casas e degustar a cerveja Florian.

Bečov nad Teplou: O castelo medieval de Bečov oferece uma intrigante exposição dedicada à "descoberta do século": o relicário românico de São Mauro. A história de seu achado tem todos os elementos de um filme de suspense. Em 1984, um comerciante dos Estados Unidos contatou as autoridades do governo tcheco socialista com o pedido para comprar um objeto de valor que se encontrava no território do país. Enquanto negociava com o comprador, o governo começou uma busca por um certo patrimônio histórico perdido há décadas. Com apenas algumas pistas, resolver o caso parecia impossível. Após uma grande busca em nível nacional, o objeto foi encontrado embaixo do solo da capela do palácio em Bečov nad Teplou. Tratava-se de uma caixa dourada com preciosos adornos do século XIII criada para guardar os restos mortais de São Mauro. O relicário é um dos exemplos mais preciosos da ourivesaria medieval e seu valor é incalculável, pelo que se considera o segundo tesouro mais valioso do país, depois das joias da coroação dos reis tchecos.

Monastério dos premonstratenses em Teplá: O centro espiritual da Boêmia Ocidental é, sem dúvida, o monastério de Teplá, localizado a 17Km de Mariánské Lázně. Fundado no final do século XII por Hroznata, como compensação por não haver participado de uma das cruzadas, trouxe para a região a ordem dos premonstratenses, a mesma que voltou ao local em 1990, depois de muitos anos de desgraça, e que gradualmente reformou o deteriorado complexo. A igreja românico-gótica complementa o complexo reformado na época barroca pelo famoso arquiteto K. I. Dienzenhofer. A visita também inclui o museu do monastério e a biblioteca histórica, uma das mais bonitas do país com mais de 30 mil livros, incluindo uma valiosa coleção de incunábulos (impressos do século XV), manuscritos iluminados, gravuras antigas, mapas e uma coleção de folhas gráficas.

3. GOLFE REAL

Se o golfe é uma de suas paixões, encontrará muitas razões para visitar a região que conta com mais de dez campos. Apenas em Karlovy Vary há quatro opções: Golf & Racing Club, Golf Club Haje, Golf Resort Cihelny e Golf Resort (também conhecido como Olšová Vrata), que é um dos campos de golfe mais antigos da Tchéquia e da Europa Central, fundado em 1904. Está a apenas cinco quilômetros do centro de Karlovy Vary, tem 18 buracos, recebe torneios europeus notáveis a nível internacional e uma vez por mês é local de torneios de clubes locais.

Em Mariánské Lázně a opção perfeita é o Clube de Golfe Real de Marianské Lázně. A primeira bolinha foi jogada neste campo pelo rei inglês Edward VII. O campo recebeu o título de "Real" em 2003, quando foi outorgado pela rainha Elizabeth II. O campo de 18 buracos, com vários campos de treinamento internos e externos, é muito popular entre os jogadores tchecos e estrangeiros.

4. BELAS E DELICIOSAS LEMBRANCINHAS

Curiosamente, muitos souvenirs tradicionais que os turistas compram na Tchéquia vêm de região de Karlovy Vary.

Bolachas: Karlovy Vary e Mariánské Lázně oferecem um doce tradicional muito popular. Foram preparados pela primeira vez antes do ano de 1800, mas naquela época as bolachas eram diferentes das atuais, uma vez que simplesmente se as polvilhava com açúcar e seu destino eram os pacientes dos spas. Mais tarde, os cozinheiros foram aumentando as camadas da bolacha, acrescendo especiarias, que junto com as águas termais e o sal de Karlovy Vary formam o sabor específico que hoje conhecemos. A primeira padaria de bolachas surgiu no ano de 1867. Desde então, as bolachas gozam de grande popularidade e são a delícia preferida para comer durante os passeios pelas colunatas, assim como são uma lembrança dos momentos passados na região. O presente favorito para familiares e amigos. Há vários sabores, mas as de chocolate, avelã e baunilha são as preferidas.

Becherovka: A bebida alcoólica de ervas de Karlovy Vary conta com uma larga tradição e, ainda que inicialmente tenha sido criada como um remédio, terminou se transformando em um licor de ervas.  Foi introduzida no mercado no ano de 1807 e desde então goza de una popularidade extraordinária. A porcentagem de álcool na Becherovka chega a 38 por cento. Seu sabor único se deve às águas de Karlovy Vary, ao álcool de qualidade, ao açúcar natural e a uma mistura de 32 ervas e especiarias com um sabor amargo específico. A receita é um segredo rigorosamente guardado, conhecido apenas por duas pessoas da fábrica. O licor é tomado frio, e também é um ingrediente procurado para coquetéis. Muito popular é o chamado “beton” (concreto, em tcheco), que combina Becherovka com tônica. Também se costuma combinar com Coca-Cola ou sucos de vários sabores. A história desta bebida tão apreciada pelos tchecos pode ser vista no Museu de Jan Becher, localizado no lugar onde se encontrava a primeira fábrica, no centro de Karlovy Vary.

Moser: O cristal e a porcelana são as indústrias tradicionais da região. A fábrica de cristal mais conhecida e uma das mais importantes do país é a Moser. Seu cristal sem chumbo, elaborado de forma manual com decoração de ouro, prata e finos entalhes, se converteu em sinônimo de qualidade e tradição. Foi fundada em 1857 e seus produtos ainda são considerados entre os melhores do mundo, o que confirma o fato de que é uma das marcas usadas da realeza. A visita inclui três espaços: a fábrica onde se sopra o cristal, o museu com a exposição de coleções históricas e contemporâneas, e a loja.

Outras lembranças: Canecas de porcelana para tomar água das fontes, rosa de pedra de Karlovy Vary, lixas de unhas de cristal.

5. DE CINEMA

Na primeira semana de julho, Karlovy Vary se converte no centro de cinema mundial. Ali se celebra um festival de cinema que é um dos mais prestigiosos da Europa e conta com um ambiente inconfundível, que se caracteriza pelo contato direto e estreito entre as estrelas convidadas e seu público. O primeiro festival se celebrou em 1946 em Mariánské Lázně, mas no ano seguinte de transferiu a Karlovy Vary. Costuma apresentar mais de 200 filmes novos de todo o mundo e o vencedor recebe o Globo de Cristal durante a cerimônia de encerramento. Celebridades e estrelas junto com milhares de fãs de cinema assistem a projeções, concertos, cerimônias, festas, conferências de imprensa e dezenas de outros eventos que formam parte da agenda do festival. A sede é o hotel Thermal, mas toda cidade respira o festival. Entre as estrelas de cinema que já estiveram no festival podemos mencionar Leonardo di Caprio, Michael Douglas, Keira Knightley, Morgan Freeman, Scarlett Johansson, Sharon Stone, Robert Redford, Robert de Niro, Antonio Banderas, Gael Garcia Bernal, Judi Dench, John Malkovich, John Travolta, Julianne Moore, Renée Zellweger e muitos mais.

Itinerário recomendado (4 dias)

Dia 1 e 2: Karlovy Vary

Dia 3: Loket - Bečov

Dia 4: Mariánské Lázně – Teplá – Chodová Planá

A melhor época para viajar é  de abril a outubro, já que os castelos, palácios e campos de golfe estão abertos, os dias são mais longos e o clima agradável. Graças a seus tratamentos de spa, que são um grande atrativo, a região pode ser visitada também no inverno. 

Dados básicos

Localização:

130 km de Praga, 180 Km de Dresden, 300 Km desde Munique e 360 Km de Berlim.

Experiências / Aventuras:

Spa – wellness, luxo, cinema, gastronomia, cristal, compras, esportes (golfe, corrida, esqui, ciclismo, caminhadas), compras. 

Canais relacionados

Experiencia de viagem
Pavel Dvorak: a história de brno é contada em espanhol

Além de tocar piano com paixão e maestria, ensinar história na universidade e praticar esportes, Pavel adora fazer uma turnê em Brno, contando aos visitantes - em espanhol - os grandes segredos de sua cidade. "O espanhol é uma língua interessante, super divertida e segue uma lógica semelhante à do tcheco", diz ele.

Experiencia de viagem
Em Prachatice, ciclismo de luxo até para os acomodados

O Sul da Boêmia é um festival de lagos e regiões úmidas, que avançam por ricas florestas e vilas repletas de encanto. Nestas, as casas ostentam fachadas de autêntico estilo barroco popular. Não obstante suas belezas, esta porção da Tchéquia passa despercebida, por ter como vizinhos dois destinos internacionais dentre os mais famosos do país – as célebres cidades termais de Karlovy Vary e a mágica Český Krumlov. Contudo, o Sul da Boêmia é um dos lugares favoritos dos tchecos, para desfrutar das férias. Então, vamos saber o que eles sabem.

Experiencia de viagem
Um Natal em Praga com mochileiros

Deixamos as nossa mochilas abrigadas, e saímos para descobrir Praga com seus mercados de Natal, sem esperar o que iríamos vivenciar.

Experiencia de viagem